Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 13 de Agosto de 2022

Sidrolandia

Índios mantêm bloqueio e impedem saída de caminhão que atropelou homem

A carreta envolvida no acidente permanece no local, já que os manifestantes não permitiram a retirada.

Campo Grande News

23 de Setembro de 2015 - 09:45

Índios da reserva de Dourados, bloqueiam há 17 horas um trecho do anel viário, contorno rodoviário que corta a região norte do município. O bloqueio começou por volta 17h de ontem, após o atropelamento de Miguel Britos, 55, morador na aldeia Bororó.

Miguel tentava atravessar a rodovia de bicicleta quando foi atropelado por uma carreta basculante, carregada com pedra brita. Ele chegou a ser socorrido pelo Samu (Serviço Móvel de Urgência), mas morreu logo após dar entrada no hospital.

De acordo com o comandante da Polícia Militar em Dourados, tenente-coronel Carlos Silva, os índios colocaram troncos e galhos na rodovia e cobram a presença de um representante do governo do Estado. Eles exigem a instalação de redutores de velocidade no trecho do anel viário que passa próximo às aldeias.

Carreta retida – A carreta envolvida no acidente permanece no local, já que os manifestantes não permitiram a retirada. Ontem à noite alguns índios chegaram a ameaçar colocar fogo na carreta, mas uma negociação com a Polícia Militar impediu o ato.

O bloqueio os índios ocorrem no trecho entre a MS-156, que liga Dourados a Itaporã, e a Avenida Guaicurus, que dá acesso à região do aeroporto da cidade.

A PM interditou o acesso ao trecho, no trevo do anel viário com a MS-156, segundo Carlos Silva para impedir que motoristas desavisados peguem o contorno interditado.