Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 13 de Agosto de 2022

Sidrolandia

Indústrias fecharam 2,8 mil postos de trabalho em setembro no Estado

Ainda conforme o levantamento, os segmentos industriais que apresentaram as maiores reduções em setembro foram indústria química, com 442

Correio do Estado

28 de Outubro de 2015 - 14:50

Entre janeiro e setembro deste ano, 5.762 vagas no setor industrial de Mato Grosso do Sul foram encerradas, conforme levantamento divulgado pela Fiems nesta quarta-feira (28). Segundo os dados, setembro é o 7º mês consecutivo com redução de postos de trabalho no Estado.

Ainda conforme o levantamento, os segmentos industriais que apresentaram as maiores reduções em setembro foram indústria química, com 442, indústria da construção 323, indústria têxtil e do vestuário 287 e indústria mecânica 202.

“No acumulado de janeiro a setembro, as maiores reduções ocorreram na indústria da construção (-2.098), indústria de produtos alimentícios e bebidas (-1.233), indústria têxtil e do vestuário (-1.118), indústria mecânica (-618), indústria química (-582) e indústria metalúrgica (-383)”, detalha o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende.

Segundo Rezende, considerando o conjunto da economia estadual, no mês de setembro foram fechadas 2.815 vagas, enquanto no acumulado do ano o resultado aponta o encerramento de 2.979 postos de trabalho. “Contudo, a média para o período, considerando o intervalo de 2005 a 2015, é 19.516 vagas abertas. Ou seja, o desempenho de janeiro a setembro deste ano é 115% menor que o resultado médio historicamente obtido para o mesmo intervalo”, explicou.

Apesar da redução que ocorreu no mês de setembro, “ a indústria segue apresentando o 3º maior contingente de trabalhadores formais do Estado”, analisa Rezende. Ao todo, são 128.921 trabalhadores formalmente empregados.

Hoje, “a atividade industrial responde por 19,8% de todo o emprego formal em Mato Grosso do Sul, ficando atrás do setor de serviços, que emprega 193.072 trabalhadores com participação equivalente a 29,7%, e da administração pública com 130.368 trabalhadores ou 20% do total”, informou o coordenador de pesquisa.

Ezequiel Resende destaca o conjunto das atividades industriais em Mato Grosso do Sul encerrou setembro de 2015 com um contingente de 128.921 trabalhadores formalmente empregados, queda de 0,91% em relação a agosto.  “Mesmo com a redução ocorrida no mês de setembro, a indústria segue apresentando o 3º maior contingente de trabalhadores formais do Estado. Atualmente a atividade industrial responde por 19,8% de todo o emprego formal existente em Mato Grosso do Sul, ficando atrás do setor de serviços, que emprega 193.072 trabalhadores com participação equivalente a 29,7%, e da administração pública com 130.368 trabalhadores ou 20% do total”, informou.