Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 25 de Julho de 2024

Sidrolandia

Inscrições para o Enem 2010 se encerram nesta sexta-feira

Alunos do último ano do ensino médio de escolas públicas não pagam a taxa de inscrição

G1

08 de Julho de 2010 - 15:08

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano terminam nesta sexta-feira (9). As inscrições podem ser feitas exclusivamente pela internet, no site www.enem.inep.gov.br. A taxa é de R$ 35. Provas serão realizadas nos dias 6 e 7 de novembro.

Alunos do último ano do ensino médio de escolas públicas não pagam a taxa de inscrição. Ficam isentos também inscritos que assinarem declaração de carência.

A nota do Enem pode ser usada pelos estudantes para ingressar em universidades públicas e particulares. No ano passado, cerca de 4 milhões de estudantes participaram do exame. A expectativa para este ano é de 4,5 milhões de inscritos, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep).

As universidades podem usar o exame como fase única, com o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), como primeira fase do vestibular, combinado com o vestibular da instituição ou como fase única para as vagas remanescentes do vestibular.

O exame tem 180 questões de múltipla escolha e uma redação. A novidade para a edição deste ano é a inclusão de língua estrangeira. No momento da inscrição, o aluno deverá escolher entre o inglês e o espanhol.

No primeiro dia do exame (6 de novembro), as provas serão de ciências da natureza e humanas, cada uma com 45 questões. No domingo (7 de novembro), os candidatos serão avaliados em matemática e linguagens, cada uma com 45 questões, e também terão de fazer uma redação. No primeiro dia, o exame começará às 12h e acabará às 16h30. No segundo dia, os estudantes terão uma hora a mais e a prova terminará às 17h30.

A elaboração da prova será feita por consórcio entre o Cespe e o Cesgranrio, segundo o Ministério da Educação (MEC), como foi feito no ano passado, em caráter de urgência, após o vazamento da primeira prova, elaborada pelo consórcio Connasel. Segundo o Inep, as Forças Armadas, as forças policiais federais e estaduais atuarão na segurança do exame. Os Correios ficarão responsáveis pela distribuição.