Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 20 de Julho de 2024

Sidrolandia

Jateí realiza 1º Seminário de águas e matas da bacia do Ivinhema

Valéria Batista/Região News

01 de Setembro de 2010 - 07:32

No município de Jateí sob administração do prefeito Arilson Targino (PSDB) aconteceu no último dia 27 o 1º Seminário Municipal do Projeto “Águas e matas da bacia do Ivinhema –AMBI, idealizado para desenvolver atividades e ações de conservação e proteção dos recursos naturais em sete municípios.

Este 1º seminário que aconteceu nas dependências do Centro Social fez parte de ações integradas, relacionadas à gestão socioambiental da bacia hidrográfica do Rio Ivinhema, que envolvem estudos ecológicos e socioeconômicos, ações de recuperação de matas ciliares associadas ao estabelecimento de Corredores Ecológicos.  O Corredor Ecológico é uma solução interessante para proteger a biodiversidade animal e vegetal, criando áreas de mata nativa (corredores de vegetação) conectando capões, ou remanescentes de mata isolados, entre si, assim permitindo o livre trânsito e troca de animais e sementes e reforçando a base genética das espécies envolvidas.

Foto: Marcos Paulo
Participantes do Seminário  Municipal Aguas e Matas da Bacia do Ivinhema

O prefeito Arilson que esteve acompanhado da primeira-dama Mafalda Targino garantiu que este é um trabalho de conscientização para aqueles que visam a preservação da área ambiental. “Foi essencial a participação de todos durante esta atividade, lembrando que a preservação do meio ambiente é uma obrigação de todos nós”.

O Secretário de Meio Ambiente Gerson Pereira explicou que esta foi uma sensibilização para os produtores rurais, professores e lideranças comunitárias, que são agentes de multiplicação do conhecimento, para a importância dos recursos naturais, principalmente a água.

A princípio os professores João Meanutti e Felipe Santiago da UEMS apresentaram um projeto de capacitação de educadores para o município de Jateí, que visa na formação continuada, sendo um curso de 40 horas, que potencializará como espaço educativo o Sítio Escola. Sendo este com aulas práticas pedagógicas envolvendo cursos e oficinas, discutindo recursos didáticos, valorizando leitura, escrita e linguagem, na qual poderá ser transmitidas para os respectivos alunos.

Na sequência o projeto AMBI foi apresentado pelos professores Vito Comar e José Daniel distribuindo aos participantes uma cartilha gratuita com as informações básicas sobre os trabalhos pesquisados e desenvolvidos. “Nossa intenção é fazer com que a comunidade se interessa nas ações de preservação da universidade através do projeto, que tem medidas que irão garantir a sustentabilidade da mata ciliar”garante Vito.

No decorrer houve a discussão em grupos com o diagnostico participativo e ao término a formação da “Arvore da Vida”, que simboliza a preservação do meio ambiente. O projeto Águas e Matas, Bacia do Ivinhema é uma proposta da OSCIP Instituto do Meio Ambiente e Desenvolvimento (IMAP), em parceria com Embrapa, UEMS, UFGD, ITAIPU-Binacional e dos municípios de Caarapó, Deodapolis, Douradina, Dourados, Gloria de Dourados, Vicentina e Jateí onde aconteceu o 1º Seminário do Projeto. O patrocínio é da Petrobras através do Programa Petrobras Ambiental. Participaram do evento diversas pessoas, entre elas autoridades locais de Jateí, e parte da equipe elaboradora do projeto.