Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 17 de Maio de 2022

Sidrolandia

JBS prepara frigorífico em Itaporã para produção de carne de peru

Prefeitura diz que será a maior planta industrial de perus da América Latina. Segundo município, a JBS pode investir até R$ 620 milhões no projeto.

G1 MS

16 de Outubro de 2015 - 15:53

A JBS planeja montar em Itaporã (MS) um frigorífico com capacidade para abater 36 mil perus por dia, o equivalente a 450 toneladas, até 2020. Em nota, a prefeitura do município afirma que este será a maior planta industrial de perus da América Latina. O projeto de investimento prevê a reforma do antigo frigorífico Pedra Bonita, que fica na MS-270 e abrigará a nova planta.

A multinacional brasileira deve investir R$ 200 milhões na revitalização e modernização da estrutura, além de R$ 80 milhões em Dourados (MS), onde o produto in natura será processado.

A prefeitura de Itaporã diz que, no total, a JBS pode investir até R$ 620 milhões no projeto, já que também serão construídos uma fábrica de ração, um incubatório, granjas, galpões e outras estruturas - etapa que terá início no ano que vem.

"Neste primeiro momento serão construídos cinco módulos de poedeiras, com investimento de R$ 4,5 milhões, três módulos para recria de matrizes (R$ 1,8 milhão), e, ainda, oito módulos para a fase de terminação, sendo três para as aves fêmeas e cinco para os machos", afirma o prefeito Wallas Milfont.

As operações do frigorífico estão previstas para começar em 2018. Inicialmente, a planta deve manter média de 10 mil aves abatidas ao dia, com expansão até atingir a meta traçada pela companhia para 2020.

O projeto deve contar com incentivos do governo de Mato Grosso e possível financiamento pelo Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). Além disso, autoridades locais devem ajudar a empresa a selecionar produtores para a criação dos perus. A prefeitura diz que a escolha será feita com base em critérios como extensão da propriedade, acesso ao local e produção.