Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Juiz suspende eleição do Sindicato dos Servidores Públicos Municipal

O pedido de registro foi negado pela direção da entidade, que alegou má conduta do candidato devido a um processo que ele responde na justiça

Franciane Trindade/Região News

28 de Fevereiro de 2011 - 16:55

Juiz suspende eleição do Sindicato dos Servidores Públicos Municipal
Juiz suspende elei - Foto: Marcos Tom

A Justiça suspendeu na última sexta-feira dia 25 de fevereiro as eleições que elegeria a nova diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos do município de Sidrolândia. O Poder Judiciário reconheceu a estabilidade do dirigente sindical Reinaul Lescano do Nascimento, 38 anos, funcionário concursado lotado na Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer.

Segundo relatou à reportagem do Jornal Eletrônico Região News, lescano formou uma chapa com 25 membros inscritos para concorrer à eleição da nova diretoria. No dia 07 de fevereiro (última data para registro), Lescano foi até a sede do sindicato com todas as documentações exigidas no estatuto para registrar a sua chapa denominada de “Renovação” cujo mesmo encabeçava o cargo de presidente.

O pedido de registro foi negado pela direção da entidade, que alegou má conduta do candidato devido a um processo que ele responde na justiça, fato que impediria o mesmo de concorrer ao pleito. Lescano afirma que nenhum documento foi lhe entregue comprovando tal informação impeditiva a sua participação. “Repondo sim a um processo judicial que já foi transitado e julgado, porém, minha conduta não é má conforme me alegaram”, reclama.

“Muitas pessoas sabem que respondo esse processo desde 2004 e assumi o concurso no dia 1º de setembro de 2006, agora, o estatuto diz que não poderá formar uma chapa para concorrer ao cargo servidor com má conduta, não servidor que esteja respondendo um processo”, desabafou. Diante dos fatos o servidor pediu na justiça esclarecimentos sobre o caso.

“Eu só quero o direito de participação, chega na manipulação, vamos disputar a eleição e se a outra chapa obter a maioria dos votos será merecida a vitória, porém, criar maios e argumentos para alegar chapa única, é ferir a democracia que garante a liberdade de expressão e participação”, relatou. Lescano disse ainda que se eventualmente não tiver condições legais de participar que seja outro em seu lugar.

A comissão responsável pela eleição alegou que somente uma chapa denominada “Integração com Liberdade” composta pelo atual presidente, Adão Macedo Ortiz, composta por Marli Padilha de Ávila (1ª vice-presidente), Ambrósio Pagani (2º vice-presidente), Adelaide de Souza Ribeiro (1ª secretária), e Idemar Aquino dos Santos (1º tesoureiro) se inscreveu pra eleição da presidência do Sindicato dos Servidores municipais para o próximo biênio 2011/2012.

Diante dos fatos foi expedido um mandado de segurança impetrado pelo Ministério Público Estadual contra o presidente do Sindicato dos Servidores municipais de Sidrolândia, que suspendeu a realização da eleição da nova Mesa Diretora do Sindicato. Ainda não há informações sobre os procedimentos administrativos que serão tomados sobre o caso.