Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 28 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Juizado flagra 200 menores em festa regada a álcool e outras drogas

O caso aconteceu numa festa Open bar, mas a maioria conseguiu fugir da equipe de fiscalização; alguns pulando inclusive muro com arame farpado. Mesmo assim, 35 menores foram qualificados

Dourados Agora

05 de Agosto de 2014 - 10:08

O Juizado da Infância e Adolescência fechou uma festa regada a álcool e outras drogas na noite de sábado em Dourados. O flagrante aconteceu num salão na saída de Dourados para Campo Grande. De acordo com a coordenadora dos fiscais do Juízo, Nélida Garcia Soares, mais de 200 adolescentes foram flagrados na festa Open bar, mas a maioria conseguiu fugir da equipe de fiscalização; alguns pulando inclusive muro com arame farpado.

Mesmo assim, 35 menores foram qualificados e os pais tiveram que ir buscá-los. Mais de 70 litros de bebidas destiladas foram encontrados no local; todas abertas. No local também foram encontrados trouxinhas de maconha e cocaína. Dois narguilés também foram apreendidos.

Segundo Nélida, fato que chama a atenção é que a festa clandestina foi organizada pelo Watsapp, aplicativo de mensagens multiplataforma que permite trocar mensagens pelo celular sem pagar por SMS. Uma das organizadoras é uma jovem de 18 anos.

Os demais responsáveis pela festa foram encaminhados para a delegacia. Eles responderão processo administrativo e criminal. Na semana passada os fiscais apreenderam mais de 300 litros de bebida em uma festa clandestina. Na ocasião, oito menores foram notificados.

Os menores flagrados em situação irregular são encaminhados para casa, os pais são notificados e os fiscais geram auto de infração. Casa noturna, pais e menores estão sendo ouvidos pela Vara da Infância. Os dois primeiros podem ser multados com valores entre 1 a 20 salários mínimos. Porém, a decisão da penalidade fica a cargo do juiz da infância que avalia caso a caso.

Legislação

Os responsáveis por festas noturnas em que se cobra o ingresso devem informar a Vara da Infância e solicitar o alvará com 48 horas de antecedência. Nos casos de Open bar o juiz não expede autorização para menores frequentarem. Os organizadores também devem adotar medidas para impedir que menores de 16 anos ingressem na festa, sendo que, em caso de insistência, deverão solicitar a presença das autoridades policiais. Eles também terão que implementar estratégias para examinar os documentos.