Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 23 de Junho de 2021

Sidrolandia

Líderes partidários do PT e PSDC são exonerados de cargos na Prefeitura de Sidrolândia

Wanderlei Lopes Barbosa e Alessandro Ortega foram exonerados de suas funções da prefeitura.

Flávio Paes/Região News

02 de Setembro de 2013 - 10:00

A edição desta segunda-feira do Diário Oficial do Município traz a exoneração de duas lideranças partidárias dos cargos  em comissão que ocupavam na administração municipal.  Foi exonerado o ex-vereador Wanderlei Lopes Barbosa, do grupo petista que defendia a aliança com o PSDB, foi  candidato a vereador  tendo  obtido 250 votos.

Outro exonerado é  Alessandro Ortega, presidente do diretório municipal do PSDC (Partido Social Democrata Cristão), filho de Francisco Ortega, presidente municipal do PMN. Os dois partidos estiveram no palanque tucano em outubro, quando Enelvo Felini foi candidato e  venceu a eleição e na eleição suplementar de março, da qual Ari Basso saiu vencedor.

Wanderlei  é cotado para disputar a presidência do diretório municipal do PT na eleição programada para novembro. O petista ocupava o cargo de gerente na Secretaria de Administração, com salário de R$ 3.835,40. Já o Democrata Cristão, Alessandro, ocupava a função de diretor de departamento no Gabinete do Prefeito, vencimento de R$ 3.213,00.

Nesta segunda-feira deve ficar esclarecido se os dois dirigentes partidários deixaram a administração municipal dentro do processo de corte nos gastos com pessoal em andamento desde março, que levou a demissão de 175 funcionáros ou serão reaproveitados em outras funções na Prefeitura com menores salários.