Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Longen destaca investimentos do Sistema Fiems ao setor sucroenergético

O presidente da Fiems participou da cerimônia de lançamento do 7º Canasul em Dourados

Daniel Pedra/Assessoria

06 de Agosto de 2013 - 09:45

Durante a cerimônia de lançamento do 7º Canasul (Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul) e da 3ª Feira Agrometal do Mato Grosso do Sul, realizada na noite de ontem (05/08) no Centro de Eventos da Unigran, em Dourados (MS), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, reforçou o apoio que o Sistema Indústria, por meio do Sesi e Senai, tem desenvolvido em prol do município, com o investimento em obras na ordem de R$ 10,1 milhões.

“Hoje, o Senai ocupa um lugar de destaque no quesito qualificação profissional, contribuindo com o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. São 49 cursos em qualificação profissional com 12 mil vagas, sendo 6 mil gratuitas”,  destacou.

Ele disse ainda que o Senai de Dourados está em fase de reforma e modernização para melhor atender as indústrias da região e deve ser entregue até o final do ano. “A unidade está equipada com laboratórios didáticos de microdestilaria, físico-químico, microbiológico, automação industrial, metrologia, eletricidade de baixa e alta tensão, tornearia mecânica, máquinas e equipamentos, solda, máquinas agrícolas, mecânica diesel e mecânica automotiva”, enumerou.

A secretária estadual de Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, destacou que o governo acertou ao investir na diversificação da base econômica do Estado e hoje tem a confirmação desse investimento, principalmente no setor sucroenergético, que agregou valor, gerou renda e riqueza.

“Hoje, quero fazer uma homanegem aos usineiros que tiveram força para fazer a diferença e superar as dificuldades, acreditando no crescimento e solidificação do setor. Precisamos fazer com que o mundo compre e utilize o nosso etanol”, destacou.

Segundo o prefeito de Dourados, Murilo Zauith, os eventos que acontecem de 2 a 4 de outubro são importantes para a dispersão de tecnologia e exposição de novos equipamentos para o setor da indústria e serviços. “Nós criamos condições para que o setor se instalasse na região e isso levou ao desenvolvimento da economia local. É um setor próspero e nós temos a responsabilidade de continuar mantendo esse setor produtivo”, disse.

O presidente da Biosul, Roberto Hollanda, afirmou que o Canasul vai permitir uma troca de experiências, como uma ferramenta de interlocução com a sociedade em geral. “Nós estamos vivendo um momento positivo, resultado de parcerias com Fiems, Sebrae, Governo e outros, que entenderam o setor como um vetor de diversificação e que traz riquezas para o nosso Estado”, salientou.

Para o superintendente do Sebrae, Claudio Mendonça, o desenvolvimento só é possível por meio da união de pessoas com o mesmo objetivo. “O sucesso da cadeia passa pela relação dos parceiros, que se juntam para criar oportunidades e as condições de crescimento”, falou.

Já o superintendente estadual do Banco do Brasil, Marco Túlio Moraes da Costa, garantiu apoio ao município e disse que acredita no trabalho que é desenvolvido para trazer investidores, renda e emprego para a cidade. “A união de propósitos me faz crer que nós vamos continuar crescendo e o Banco do Brasil oferece todo o apoio para isso”, declarou.