Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 2 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Maioria das vagas da Segurança é para soldados e atuação na fronteira

Além destas novas vagas, há dois concursos em andamento da Segurança Pública. Um é para 30 delegados de Polícia Civil e outro para 20 oficiais da Polícia Militar

Campo Grande News

15 de Julho de 2013 - 14:25

A maioria das 1.150 vagas para a Segurança Pública anunciadas nesta segunda-feira pelo governador André Puccinelli (PMDB) é para soldados: São 500 para a Polícia Militar e 150 para o Corpo de Bombeiros.

Também será aberto concurso para 150 vagas de escrivães e investigadores da Polícia Civil; 20 para oficiais do Corpo de Bombeiros; 15 para peritos criminais; 20 para papiloscopistas; 35 para o DOF (Departamento de Operações da Fronteira), sendo 21 para militares e 11 para investigadores; 230 para agentes penitenciários e 30 para agentes socioeducadores das Uneis (Unidades Educacionais de Internação).

Haverá vagas para Campo Grande, mas, a maioria é para a região de fronteira, nos seguintes municípios: Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Bela Vista, Caracol, Coronel Sapucaia, Corumbá, Dourados, Eldorado, Iguatemi, Japorã, Jardim, Ladário, Mundo Novo, Sidrolândia, Naviraí, Paranhos, Ponta Porã, Porto Murtinho, Sete Quedas, Tacuru, Três Lagoas, Paranaíba, Nova Andradina e Coxim.

Para Dourados serão oferecidas 94 vagas para soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, peritos criminais e papiloscopistas e investigadores da Polícia Civil. Corumbá terá reforço de 25 soldados da Polícia Militar e 18 novos policiais, entre escrivães e investigadores, soldados do Corpo de Bombeiros e peritos criminais.

Em Ponta Porã serão ofertadas 69 vagas entre soldados da PM, escrivães e investigadores, soldados dos Bombeiros e peritos criminais. Conforme o secretário de Segurança Pública, Wantuir Jacini, o objetivo do novo concurso é reforçar a segurança em 44 municípios da fronteira. “Mato Grosso do Sul vem fazendo muitas apreensões de drogas, graças ao trabalho de inteligência. Somente neste ano foram retiradas de circulação 52 toneladas de entorpecentes na fronteira, advinda dos países vizinhos”, disse.

Wantuir Jacini esclarece que o reforço do efetivo policial é uma contrapartida dos recursos da Enafron (Estratégia Nacional de Segurança nas Fronteiras) que já começaram a chegar ao Estado. “Neste mês a Sejusp está adquirindo viaturas destinadas exclusivamente para as cidades de fronteira”, declarou.

De acordo com o secretário, os editais dos concursos serão publicados imediatamente. “Os editais já estão sendo elaborados pela Secretaria de Administração, sendo alguns já em fase de conclusão”, informou.

Além destas novas vagas, há dois concursos em andamento da Segurança Pública. Um é para 30 delegados de Polícia Civil e outro para 20 oficiais da Polícia Militar. Conforme as últimas tabelas de vencimentos divulgadas pelo governo do Estado, o salário inicial de soldado da PM (Polícia Militar) é R$ 2.354 e de investigadores e escrivães da Polícia Civil, R$ 3.080.