Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 22 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Mais de 300 índios ocupam uma fazenda próximo a Miranda

Segundo Paulino, Pedrossian teria levado para a fazenda Jambeira o gado e os equipamentos de outra propriedade invadida pelos índios da aldeia Cachoeirinha na semana passada

Campo Grande News

09 de Outubro de 2013 - 13:00

Cerca de 300 índios da etnia terena, da aldeia Moreira, ocuparam no início da manhã de hoje (9), por volta das 5 horas, a fazenda Trator Mil de 3,2 mil hectares, próximo ao município de Miranda. O grupo exige que as demarcações de terra, que já tiveram início, sejam concluídas.

Uma equipe da Funai (Fundação nacional do índio) chegou a pouco na fazenda para acompanhar as reivindicações indígenas. Além da propriedade ocupada nesta terça-feira, os índios já planejam invadir uma área de 7,2 mil hectares, onde estão pelo menos cinco propriedades rurais. Os índios alegam que as duas áreas -somadas totalizam 10,4 mil hectares- são terras indígenas.

“Se não for definido logo a demarcação, nós vamos ocupar a outra área que fica do outro lado da rodovia”, explicou o índigena Paulino Terena. Na área de mais de 7 mil hectares está localizada a fazenda Jambeira, do ex-governador do Estado Pedro Pedrossian.

Segundo Paulino, Pedrossian teria levado para a fazenda Jambeira o gado e os equipamentos de outra propriedade invadida pelos índios da aldeia Cachoeirinha na semana passada. “Terminar os estudos é bom para os índios e bom para os agricultores”, segundo Paulino.