Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 30 de Outubro de 2020

Sidrolandia

Malaysia divulga nacionalidades dos 298 mortos em voo

Essas isenções poderão ser aplicadas para solicitações feitas até o dia 24 de julho nas viagens marcadas até 31 de dezembro.

G1

19 de Julho de 2014 - 10:19

A companhia aérea Malaysia Airlines informou neste sábado (19) as nacionalidades das 298 pessoas que estavam bordo do voo MH17, entre Amsterdã e Kuala Lumpur, que caiu no leste da Ucrânia, matando todos a bordo.

A bordo da aeronave estavam:

192 holandeses - um deles também tinha nacionalidade americana

44 malaios - incluídos os 15 integrantes da tripulação e dois bebês

27 australianos

12 indonésios - entre eles um bebê

10 britânicos - um deles com dupla nacionalidade sul-africana

4 alemães

4 belgas

3 filipinos

1 canadense

1 neozelandês

A Malaysia Airlines disse que está trabalhando com as respectivas embaixadas para informar aos familiares mais próximos e que sua prioridade agora é trabalhar com as equipes de emergência para dar assistência a essas pessoas.

A companhia também informou que vai reembolsar e isentar de taxas os passageiros que resolverem mudar o destino de suas viagens e aqueles que desejarem adiar ou cancelar suas passagens, inclusive os que possuem bilhetes não reembolsáveis.

Essas isenções poderão ser aplicadas para solicitações feitas até o dia 24 de julho nas viagens marcadas até 31 de dezembro.

Queda do avião

Um Boeing 777 da Malaysia Airlines com 298 a bordo caiu na quinta-feira (17). Há a suspeita de que ele tenha sido abatido na região ucraniana de Donetsk, controlada por separatistas pró-Rússia que estão em confronto com o governo de Kiev.

Evidências levantadas pelos Estados Unidos apontam que um míssil derrubou o avião. O autor não foi identificado, mas os EUA acreditam que o míssil foi provavelmente disparado por separatistas pró-Rússia que dominam o leste do país. Rebeldes e o governo central de Kiev trocam acusações sobre a autoria do suposto disparo.