Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Mato Grosso do Sul tem 120 mil pessoas em situação de extrema pobreza

Além da renda, foram levados em conta aspectos como a infraestrutura das residências, o nível de escolaridade e a idade dos moradores

Campo Grande News

05 de Maio de 2011 - 10:33

A miséria é realidade para mais de 120 mil pessoas em Mato Grosso do Sul. De acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento Social, a população em situação de extrema pobreza está distribuída em 33.193 domicílios, sendo a maioria moradora na zona urbana.

O governo federal enquadra nesta situação os brasileiros com renda mensal de até R$ 70. Além da renda, foram levados em conta aspectos como a infraestrutura das residências, o nível de escolaridade e a idade dos moradores.

O limite anunciado levou em conta o índice usado pelas Nações Unidas para o cumprimento das Metas do Milênio, que é de US$ 1,25 ao dia, a renda necessária para o consumo de alimentos e a faixa de extrema pobreza utilizada para o Bolsa Família.

A linha da extrema pobreza tem como base os dados do Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e estudos do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). No Brasil, são 16,2 milhões de pessoas vivendo em situação de miséria.

Dentre os 26 Estados e o Distrito Federal, Mato Grosso do Sul é o 24º no ranking da pobreza. A Bahia concentra o maior número de pessoas em situação de extrema pobreza: 2,4 milhões. O Distrito Federal aparece em último, com 46.588 pessoas.

A presidente Dilma Roussef (PT) anunciou que vai lançar o Programa Brasil sem Miséria, voltado às pessoas que vivem em extrema pobreza.