Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 18 de Setembro de 2021

Sidrolandia

Mesmo com concorrência do Top Country Fest, Exposição teve público recorde

Os expositores que montaram barracas de alimentação faturaram bastante, ao ponto de a meia-noite do sábado terem vendido tudo o que produziram.

Flávio Paes/Região News

09 de Setembro de 2013 - 10:25

Foto: Emmileny Monteiro/Região News

Mesmo com concorrência do Top Country Fest, Exposição teve público recorde

Show de Alex e Yvan, Patricia e Adriana e Luis Goiano e Girsel da Viola atraíram grande público

A 15ª edição da Exposição Agropecuária de Sidrolândia terminou com um balanço positivo,  recorde de público e volume significativo de negócios. Apesar da concorrência do evento realizado na sexta-feira e no sábado que contou com uma mega-estrutura montada a menos de cem metros do Parque de Exposição Waldomiro Comparim, não houve o esvaziamento da feira que registrou no sábado um público de 10.336 pessoas,  das quais, 9.873 passaram pelas catracas e 463 entraram pelos portões laterais destinados aos expositores e convidados.

Ano passado, neste mesmo dia, o público mal passou de 6 mil visitantes. Os shows do Top Country Fest, segundo informações extraoficiais atraíram 1.300 pagantes na sexta-feira e 700 no segundo dia (estes dados não foram confirmados pelos organizadores do evento). O comparecimento do público surpreendeu, embora não tenha havido cobrança de ingresso, porque a exposição não trouxe nenhuma atração musical com destaque na mídia nacional.

Mesmo com concorrência do Top Country Fest, Exposição teve público recordeOs expositores que montaram barracas de alimentação faturaram bastante, ao ponto de a meia-noite do sábado terem vendido tudo o que produziram. “Este modelo de exposição sem cobrança de ingresso está aprovado. Para 2014, caberá à próxima diretoria do Sindicato Rural, definir alternativas para garantir mecanismos de financiamento de atrações musicais de projeção nacional”, avalia o presidente Osório Straliotto.   

Embora os números sobre o faturamento com os leilões ainda não estejam contabilizados, a estimativa é de que a feira tenha movimentado R$ 25 milhões. O produtor rural Felix Bernart, por exemplo, adquiriu uma plantadeira Semeato de 24 linhas e uma calcalhadeira da marca Stara, pagando pelos implementos cerca de R$ 506 mil.

O deslocamento de duas viaturas da Polícia Militar, policiais com motocicletas e a segurança particular garantiram a tranqüilidade do evento que não registrou nenhum incidente no interior do parque. Como medida preventiva, todos os que entraram no parque passaram pelo detector de metais.

Incidentes -

Os dois únicos incidentes registrados durante toda a feira a organização do evento não poderia evitar porque foram fora do Parque de Exposição. O primeiro  foi à queimada de sexta-feira à noite que começou às margens de uma estrada que dá acesso a BR-060, se alastrou, chegando às proximidades da área do estacionamento, cobrindo o parque por uma  fumaça densa.

O outro foi uma tentativa de homicídio na madrugada de sábado para domingo. Wesley da Silva, de 19 anos, foi esfaqueado após se desentender com três jovens na avenida das Flores, entre o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) e a Associação Atlética Banco do Brasil (AABB). Positivo também foi o balanço de negócios gerados pela exposição.