Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 18 de Abril de 2021

Sidrolandia

Ministério Público apura irregularidade na gestão do prefeito de Campo Grande

O prefeito tem agora o prazo de 10 dias úteis para responder se acatará ou não a recomendação do Ministério Público Estadual (MPE)

Correio do Estado

11 de Novembro de 2014 - 15:09

O titular da 29ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social, Gerson Eduardo de Araújo, instaurou inquérito civil para apurar possível ato de improbidade administrativa do prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), por ter nomeado 1.044 servidores comissionados, sem a observância da Lei da Ficha Limpa.

O prefeito tem agora o prazo de 10 dias úteis para responder se acatará ou não a recomendação do Ministério Público Estadual (MPE).