Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 19 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Ministério Público dá prazo de 48 horas para estudantes deixarem Câmara de Dourados

Caso a recomendação não seja cumprida o MPE adotará as medidas legais necessárias a fim de responsabilizar o presidente por omissão

Midia Flex

07 de Agosto de 2013 - 08:06

O Ministério Público Estadual (MPE) de prazo de 48 horas para que o presidente da Câmara Municipal de Dourados, Idenor Machado (DEM), tome medidas para retiras os manifestantes do Movimento Passe Livre da Câmara.

A determinação foi feita no final da tarde desta terça-feira, pelo promotor de Justiça Amílcar Araújo Carneiro Júnior, da Promotoria de Justiça de Patrimônio Público e Social de Dourados. Caso a recomendação não seja cumprida o MPE adotará as medidas legais necessárias a fim de responsabilizar o presidente por omissão.

Nesta segunda-feira (05), os estudantes completaram um mês de acampamento na Câmara de Vereadores de Dourados, pedindo não só redução imediata da tarifa do transporte público, mas o fim da cobrança o mais rápido possível para toda a população.