Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Ministro da Pesca garante recursos para obra do frigorífico de peixe em Dourados

O prefeito Murilo Zauith comemorou o fato de a Prefeitura poder dar continuidade às obras do frigorífico.

Assessoria

21 de Agosto de 2013 - 10:48

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS), acompanhado do prefeito douradense, Murilo Zauith, esteve nesta terça-feira (20), no Ministério da Pesca para tratar da ampliação do frigorífico de pescado de Dourados, e obteve do ministro Marcelo Crivella o compromisso de liberar R$ 2,5 milhões para a segunda etapa das obras da indústria frigorífica de peixe de cativeiro.

“Dourados é um lugar abençoado na produção de peixe em cativeiro porque tem a favor não só a qualidade da luz, mas também o ph da água, que são fatores fundamentais para o desenvolvimento dessa indústria, e hoje é uma referência para o setor em nosso estado. Sem dúvida, esse frigorífico é fundamental, em função dos vários projetos que, através de cooperativas, foram desenvolvidos na região da Grande Dourados”, destacou o senador.

O prefeito Murilo Zauith comemorou o fato de a Prefeitura poder dar continuidade às obras do frigorífico. “Já estive com o senador Delcídio outras vezes no Ministério da Pesca, tratando de recursos para o nosso frigorífico, um projeto que tenho trabalhado desde que assumi a prefeitura, e desta vez tivemos a garantia de que as obras não vão parar, com os recursos necessários para a segunda etapa. O apoio do senador tem sido decisivo e logo teremos o frigorífico funcionando para aproveitar todo o potencial de Dourados na criação de peixe de cativeiro”, ressaltou o prefeito.

Além dos recursos assegurados pelo ministro Crivella, Delcídio assumiu o compromisso de colocar no Orçamento da União do ano que vem mais R$ 3,5 milhões para a conclusão da implantação do frigorífico. “Com isso, teremos condições de fechar o processo inteiro dos investimentos, e quem ganha com isso é o município de Dourados, são os municípios vizinhos e Mato Grosso do Sul, porque isso significa incremento na economia local, com novos mercados para a produção de pescado, geração de emprego e melhoria na qualidade de vida”, disse o senador. Ofrigorífico deve gerar em torno de 1.500 empregos diretos e indiretos.