Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 7 de Julho de 2022

Sidrolandia

MPE investiga se agentes de trânsito receberam hora extra sem trabalhar

Será apurada eventual irregularidade no recebimento de horas extraordinárias por agentes de trânsito de Corumbá, sem a contraprestação dos serviços, segundo o MPE

Midiamax

03 de Novembro de 2015 - 08:30

A Prefeitura de Corumbá, município distante 444 quilômetros de Campo Grande, é alvo de um inquérito civil por possível irregularidade, que teria ocorrido na Agetrat (Agência Municipal de Trânsito). De acordo com o edital aberto pelo MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), havia um procedimento preparatório sobre o assunto, que foi convertido em inquérito.

Será apurada eventual irregularidade no recebimento de horas extraordinárias por agentes de trânsito de Corumbá, sem a contraprestação dos serviços, segundo o MPE. O inquérito corre pela 5ª Promotoria de Justiça de Corumbá.

O MPE-MS também abriu inquérito para apurar notícia de suposto uso indevido de bem público para fins particulares, isto supostamente praticado por servidores públicos de Naviraí, cidade a 359 quilômetros de Campo Grande. Este inquérito está disponível na 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Naviraí.