Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 18 de Maio de 2021

Sidrolandia

MS dá até R$ 6 mil de subsídio para financiamentos do Minha Casa, Minha Vida

Apenas famílias com renda mensal bruta máxima de R$ 2.350,00 cadastrados no sistema da Agehab poderão requisitar os subsídios.

Midiamax

02 de Fevereiro de 2017 - 09:00

A Agehab (Agência de Habitação Popular do Estado de Mato Grosso do Sul) publicou nesta quinta-feira (2) uma portaria regulamentando as condições para concessão de subsídios aos interessados em contratar financiamento dentro do Programa Minha Casa, Minha Vida.

Poderão ser concedidos benefícios no valor máximo de R$ 6 mil para beneficiários em Campo Grande, de até R$ 5 mil para os beneficiários de Dourados e até R$ 3 mil para os moradores dos demais municípios do Estado com mais de 50 mil habitantes.

O valor mínimo dos subsídios será de R$ 1,5 mil. Os subsídios podem ser adquiridos dentro do Projeto de Aquisição da Casa Própria, que combina financiamentos com repasse de subsídios. Apenas famílias com renda mensal bruta máxima de R$ 2.350,00 cadastrados no sistema da Agehab poderão requisitar os subsídios.

A concessão dos subsídios dependerá de apresentação das contas ativas e inativas do FGTS, e autorização para utilização do salto até o limite necessário para aquisição do financiamento.

A Agehab publicou uma tabela com os valores limites dos imóveis financiados pelo Minha Casa, Minha Vida. São oito municípios com mais de 50 mil habitantes que podem participar do Projeto.

Em Campo Grande, os beneficiários podem solicitar subsídios para imóveis financiáveis avaliados em até R$ 115 mil. Em Dourados, Três Lagoas e Corumbá, o valor máximo é de R$ 105 mil. Já em Ponta Porã, Nova Andradina, Sidrolândia e Naviraí, o valor limite é de R$ 90 mil.

A portaria completa da Agehab regulamentando as exigências e condições para concessão dos subsídios aos contratantes de financiamento do Minha Casa, Minha Vida, está na página 10 do Diário Oficial do Estado.