Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 24 de Junho de 2021

Sidrolandia

MS fica de fora na lista dos estados que receberão médicos cubanos

Somente 13 dos que demonstraram interesse em atuar no Mato Grosso do Sul homologaram as inscrições, sendo sete para Campo Grande e cinco para Corumbá

DE BRASILIA

04 de Setembro de 2013 - 08:00

Mato Grosso do Sul está fora da lista dos estados brasileiros que receberão a primeira leva de médicos cubanos, pelo programa Mais Médicos, segundo informou a assessoria do Ministério da Saúde. A lista com os municípios que serão contempladas com os 400 profissionais do país caribenho foi divulgada nesta terça-feira.

De acordo com o ministério, os médicos foram designados para locais com IDH (Índices de Desenvolvimento Humano) baixos e com maior escassez de profissionais. O estado, segundo a assessoria, deve ser contemplado até o fim do ano com a chegada de mais 3,6 mil cubanos ao país.

No estado, 45 municípios inscreveram-se para receber médicos. Foi apontada a necessidade de 217 profissionais para completar o quadro na atenção básica do SUS (Sistema Único de Saúde). Inicialmente o Governo Federal disponibilizou essas vagas para brasileiros.

Somente 13 dos que demonstraram interesse em atuar no Mato Grosso do Sul homologaram as inscrições, sendo sete para Campo Grande e cinco para Corumbá. Entretanto, no caso da capital do estado, somente quatro irão trabalhar. Os demais, segundo a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), desistiram.

Foi então aberta inscrição para médicos estrangeiros e 13 profissionais foram designados para os municípios de Campo Grande, Corumbá, Ponta Porã, Caracol e Sete Quedas. Eles ainda não começaram a atuar.

De acordo com o Ministério da Saúde, o grupo de cubanos atenderá em municípios que não foram selecionados por nenhum médico durante a primeira chamada do programa.