Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 9 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

MS Forte 2: Estado vai restaurar mais de 800 quilômetros de rodovias

O governo do Estado também vai executar outras obras importantes para o desenvolvimento dos municípios.

Notícias MS

22 de Agosto de 2013 - 09:34

Com os investimentos do MS Forte 2, lançado pelo governador André Puccinelli no último dia 15, o governo do Estado vai garantir o recapeamento de pelo menos 1.656,555 quilômetros de asfalto. Somente de restauração de rodovias serão 809,780 quilômetros. O programa de obras e ações do governo do Estado conta com investimentos de R$ 3,6 bilhões, sendo que a área de infraestrutura e logística soma R$ 1,48 bilhão.

De acordo com a programação do MS Forte 2, serão restauradas as seguintes rodovias: MS-295: Eldorado/Iguatemi/Tacuru (82,740 km); MS-156/295: Amambai/Tacuru (64,640 km); MS-386: Amambai/Sanga Puitã (Ponta Porã) (81,900 km); MS-160: Tacuru/Sete Quedas (47,200 km); MS-240: Paranaíba/Inocência (85,800 km); MS-162: Dourados/Placa do Abadio - MS-470: Douradina/Entr. BR-163 (23,910 km); MS-339: Miranda/Bodoquena (59,840 km); MS-384: Entr. MS-164/Antônio João (30,180 km); MS-395: Anaurilândia/Bataguassu (66,560 km); MS-276/MS-480: Batayporã/Anaurilândia - Entr. MS-276/Porto Primavera (79,650 km); MS-147: MS-Vila Rica/Culturama (45,000 km); MS-164: Entr. MS-270 (Copo Sujo)/Ponta Porã (73,200 km); MS-178: Bonito/Acesso Aeroporto de Bonito (14,160 km); MS-270: Entr. MS-162 (Placa do Abadio)/Itaum/Entr. MS-164 (Copo Sujo) (55,000 km).

Asfalto novo

O programa de obras e ações contemplará um total de 2.005,543 quilômetros de asfalto novo. As rodovias são: MS-112: Inocência/Cassilândia (86,760km); MS-040: km 17,000 (Campo Grande) Santa Rita do Pardo (209,033 km); MS-316/320: Entr. BR-060 (Paraíso das Águas)/Entr. MS-377 (150,97 km); MS-162: Avenida Guaicurus (Dourados) - (11,824 km); MS-010: Campo Grande/Rochedinho - (17,418 km); MS-162/355: Quebra Coco/Dois Irmãos do Buriti (32,962 km); MS-274: Ent. MS-145/Porto Vilma (13,700 km); MS-324: Água Clara/Córrego Barra Mansa (14,540 km); MS-178: Bonito/Entr. BR-267 (17,041 km); BR-419: Entr. BR-163 (Rio Verde de Mato Grosso)/ Entr. MS-080/ Entr. BR-262 (Aquidauana) - (228,240 km); MS-165: Entr. MS-386 (Sanga Puitã)/Km 38,36 (Aral Moreira) – conclusão (38,860 km).

Durante o lançamento do MS Forte 2, o secretário de Estado de Obras Públicas e de Transportes, Edson Giroto citou algumas vias importantes que receberão asfalto novo e outras que serão recapeadas. A pavimentação da Estrada do Curê, por exemplo, no prolongamento da MS-178 com o entroncamento da BR-267/MS, entre Bonito e Jardim vai proporcionar o asfalto em dois segmentos, numa extensão de 17 quilômetros. O primeiro trecho começa no Aeroporto de Bonito e termina no Km 17, e o segundo trecho a ser pavimentado será a partir da transposição do Rio da Prata.

Nesta mesma região, o governo do Estado vai restaurar a rodovia MS-178 no acesso ao Aeroporto de Bonito, totalizando 14,160 quilômetros. “Essas obras com o asfalto da Estrada do Curê consolidam a rota turística da região, já que o governo estadual já executou a pavimentação entre Bonito e Bodoquena”, destacou Edson Giroto.

A pavimentação foi garantida através de uma parceria entre o governo do Estado de Mato Grosso do Sul e o governo Federal, durante visita do ministro do Turismo, Gastão Vieira, que em fevereiro participou da inauguração do asfalto da rodovia MS-178. Os investimentos somam R$ 19.925.406,69.

Contornos e Acessos

O governo do Estado também vai executar outras obras importantes para o desenvolvimento dos municípios. Serão feitos o Contorno Viário de Caarapó mais a Avenida Duque de Caxias - conclusão (3,177 km); acesso ao Núcleo Industrial de Aparecida do Taboado (3,200 km); acesso ao Aeroporto Municipal Santa Maria em Campo Grande (5,200 km); acesso ao Aeroporto Municipal de Três Lagoas (1,450 km) e a conclusão da construção do Contorno Ferroviário de Três Lagoas (12,400 km).

Além da pavimentação e recapeamento, o MS Forte 2 continua com a manutenção permanente das pontes de madeira em rodovias estaduais, num total de 1.012 quilômetros, além de execução de obras de recuperação do pavimento de vias urbanas nos diversos municípios.