Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 22 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

MS registra foco de ferrugem asiática em plantação de soja

O pesquisador faz referência que em outras regiões do Brasil já tem confirmações de focos desta doença, assim alerta aos produtores e consultores a ficarem atentos

Correio do Estado

05 de Janeiro de 2015 - 08:13

Mato Grosso do Sul registrou o primeiro foco de ferrugem asiática em plantação de soja. O foco foi registrado em Chapadão do Sul (MS), pela pesquisadora da Fundação Chapadão, Alexandra Botelho.

Segundo a pesquisadora, responsável pelo laboratório de diagnose da Fundação Chapadão, as folhas com ferrugem foram enviadas por técnicos de uma fazenda da região de Chapadão do Sul, procedente da cultivar Anta 82, no estágio R 5 (fase enchimento de grãos), na área do foco o produtor já havia efetivado as primeiras aplicações com fungicida específico para o controle da ferrugem.

O diretor e pesquisador da Fundação, Edson Borges, vinha alertando aos produtores quanto a esta possível ocorrência, pois as condições de clima (umidade e temperatura) estavam propícias ao desenvolvimento da doença. Ele esclarece que o produtor deve proceder da seguinte forma: fazer o manejo antirresistência que compreende as ações que foram definidas pelo Consórcio Antiferrugem, que são: Usar sempre misturas comerciais formadas por dois ou mais fungicidas com modo de ação distintos; Não utilizar mais que duas aplicações do mesmo produto em sequência e utilizar no máximo duas aplicações dos produtos contendo SDHI por cultivo; Os fungicidas devem ser usados preventivamente. Evitar aplicações em alta pressão de doença e de forma curativa. Incluir todos os métodos de controle de doenças, dentro do programa de manejo integrado.

O pesquisador faz referência que em outras regiões do Brasil já tem confirmações de focos desta doença, assim alerta aos produtores e consultores a ficarem atentos, pois os prejuízos proveniente do descuido do controle desta doença pode ser bastante comprometedor para o agronegócio “soja” dentro e fora da propriedade.