Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 6 de Julho de 2022

Sidrolandia

MS tenta liberar exportação de carne de municípios da fronteira

Atualmente, para que o bovino seja comercializado com a União Europeia, é necessário que permaneça pelo menos noventa dias em área habilitada.

Midiamax

18 de Novembro de 2015 - 07:53

O Governo de Mato Grosso do Sul protocolou junto ao Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) um pedido de reabilitação das exportações de carne bovina, procedentes da zona de fronteira, para a União Europeia. O objetivo é expandir as propriedades (ERAS) em condições de exportação e acabar com as restrições de trânsito de animais de áreas habilitadas e não habilitadas. A esperança de expansão surgiu da previsão de uma visita da missão europeia em fevereiro.

Atualmente, para que o bovino seja comercializado com a União Europeia, é necessário que permaneça pelo menos noventa dias em área habilitada e no mínimo quarenta na ultima propriedade.

O trabalho de preparação dos locais que pleiteiam a expansão está sendo feito pela Sepaf (Secretária de Estado de Produção e Agricultura Familiar) e da Iagro (Agência Estadual de Defesa Animal e Vegetal), em esforço conjunto com a Superintendência Federal de Agricultura (SFA/MS) e as principais entidades representativas do setor produtivo.

Hoje 205 propriedades (ERAS) fora da zona de fronteira, já foram auditadas este ano, e estão aptas a exportar para o bloco. O secretário da Sepaf, Fernando Mendes Lamas, lembrou que nada disso seria possível não fosse o empenho além das instituições governamentais, dos próprios produtores que têm sido parceiros e têm colaborado para que as ações preventivas tenham resultado satisfatório.

O funcionamento da estrutura disponibilizada pelo Governo do Estado na fronteira, os procedimentos adotados e o plano de ações permanentes devem ser apresentados ao grupo. Um pedido similar foi encaminhado às autoridades sanitárias chilenas, com o propósito de exportar carne bovina dessa região fronteiriça para aquele país.