Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 27 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

MS terá que pagar mais de R$ 1 bilhão em dívida ativa em 2014, diz André

André diz que esta situação "favorável" é o resultado da diminuição de custos e despesas, com o crescimento e acréscimo na arrecadação.

Campo Grande News

24 de Fevereiro de 2014 - 13:30

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou hoje (24), durante agenda pública, que o Estado do Mato Grosso do Sul vai ter que pagar mais de R$ 1 bilhão em dívida ativa para União, em 2014, e que este valor está alto em função do indexador usado pelo governo federal.

“Nós pagamos R$ 920 milhões de dívida em 2013 e vamos superar R$ 1 bilhão neste ano, se houvesse a mudança de indexador teríamos juros menores e esta situação seria diferente”, afirmou ele.

André apontou que o indexador usado atualmente o IGP-DI (Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna) mais 6%, eleva estes juros para 13%, chegando em alguns meses a alcançar até 14%, o que prejudica os estados.

O governador revelou que já foi pago pelo Estado, em toda sua história, um total de R$ 5,1 bilhões para dívida com a União e que ainda estão devendo R$ 7, 3 bilhões. “Se houvesse uma forma diferente de cobrança este valor seria outro”.

Mudança – Puccinelli ainda ressaltou que apesar da dívida alta, o Estado deve "comemorar" que a receita líquida ainda é superior a este montante, no entanto lembrou que quando assumiu o governo, a situação era diferente. “Antes a dívida era maior do que era produzido pelo Estado, mudamos este jogo”.

André diz que esta situação "favorável" é o resultado da diminuição de custos e despesas, com o crescimento e acréscimo na arrecadação.

Projeto – Existe um projeto de lei no Congresso Nacional que propõe a mudança no fator de correção dos contratos de refinanciamento das dívidas com os estados, substituindo o IGP-DI pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que iria diminuir os juros cobrados atualmente.