Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 5 de Julho de 2022

Sidrolandia

Na posse do presidente da Fiemt, Longen destaca evolução da indústria no Centro-Oeste

No discurso de posse, o presidente eleito para seu segundo mandato à frente da Fiemt, que completou 40 anos em novembro, deu o tom de otimismo, apesar do atual cenário nacional

Daniel Pedra

04 de Dezembro de 2015 - 14:01

Ao participar na noite de ontem (03/12), em Cuiabá (MT), da cerimônia de posse do empresário Jandir Milan à frente da Fiemt (Federação das Indústrias do Mato Grosso), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou a evolução do setor industrial na Região Centro-Oeste. “O Jandir Milan vem executando um bom trabalho à frente da Fiemt e por isso fiz questão de estar aqui avalizando a sua posse para mais um mandato. Espero continuar trabalhando junto com ele para que possamos fazer com que a indústria do Centro-Oeste e do Brasil permaneça evoluindo”, pontuou.

Sérgio Longen acrescentou ainda que as empresas do setor industrial nas demais regiões do País precisam seguir o bom exemplo dado pelo Centro-Oeste. “Em Mato Grosso do Sul, no Estado de Goiás e, no Mato Grosso, as Federações das Indústrias têm atuado, dando o suporte necessário para o desenvolvimento do setor. No Mato Grosso, o presidente Jandir Milan e sua diretoria sempre ofertaram e vão continuar ofertando bons serviços do Sistema Indústria aos empresários industriais, por meio do Sesi e Senai, assim as demais diretorias da Fiems e Fieg”, finalizou.

No discurso de posse, o presidente eleito para seu segundo mandato à frente da Fiemt, que completou 40 anos em novembro, deu o tom de otimismo, apesar do atual cenário nacional. “O momento é de união, perseverança, acreditar e trabalhar, apesar de um cenário adverso. 40 anos de uma instituição são construídos com muito esforço, dedicação e são momentos que devem ser vangloriados e valorizados por toda história. Sinto-me orgulhoso de, mais uma vez, liderar uma instituição com tamanha grandeza como a Fiemt, e tenho certeza que com o apoio de todos conquistaremos novas e importantes contribuições para o setor industrial e ao desenvolvimento de Mato Grosso”, disse.

O líder industrial ressaltou o crescimento de 90% de indústrias instaladas em Mato Grosso e o aumento de 88% de mão de obra empregada no setor nos últimos 10 anos no Estado. “Dados expressivos e que nos fazem acreditar que o futuro pode ser ainda mais promissor. Mas é preciso que cada um faça sua parte. Quem gera riquezas neste país não tolera mais ser submetido a um sistema tributário caro, complexo e ineficiente. Não admitimos esse ‘mar de incertezas’ que resulta do que considero o maior câncer brasileiro: a corrupção. É imprescindível mudanças drásticas”, destacou.

Para o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga, que prestigiou a cerimônia, Jandir Milan é um exemplo de líder empresarial. “A posse demonstra a competência dele, a forma como os seus companheiros o veem como um exemplo de gestão e administração. É uma demonstração do carinho e apreço que todos nós temos por ele. Ficamos muito gratificados porque as experiências que o Milan levou e vai continuar levando para a CNI é a de uma gestão austera, séria, ética, competente e com muito comprometimento com a missão e os objetivos que norteiam a Confederação Nacional da Indústria, o Sesi, Senai e o IEL”, destacou.

De acordo com Robson Braga, Jandir Milan tem dado uma contribuição muito importante à CNI, ao associativismo e às propostas e projetos que a entidade nacional desenvolve. “Eu tenho certeza que o presidente fará um segundo mandato ainda melhor do que este que terminou agora. E em relação à CNI, ele pode contar com o nosso apoio e com o apoio do Sesi, Senai e do IEL para continuar desenvolvendo e contribuindo com o crescimento do Estado de Mato Grosso e crescimento industrial. Nós vamos continuar dando todo respaldo que os membros da diretoria da Fiemt precisarem”, afirmou o presidente da CNI.