Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 24 de Junho de 2021

Sidrolandia

Número de acidentes volta a crescer mas ainda é menor que anos anteriores

Segundo dados do GGIT (Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito), de janeiro a agosto de 2012 foram 80 mortos, enquanto que no mesmo período desse ano foram 70.

Notícias MS

02 de Setembro de 2013 - 10:25

O número acidentes de trânsito em Campo Grande voltou a crescer ao longo de 2013. Entre fevereiro e julho desse ano o crescimento foi de 16%, com o primeiro mês registrando 836 acidentes e o último 1.003 acidentes de trânsito.  "Existe um crescimento mês a mês neste ano, mas o número ainda é muito menor que o registrado ano passado", explica o coordenador de Estatística do Detran-MS, Robson Antunes.

Ao contrário do que foi publicado pelo Correio do Estado no dia 29 de agosto, 29 pessoas morreram no local do acidente, em 2013. Esse número não supera o acumulado dos anos anteriores. Conforme os dados do Detran-MS, que relacionam somente mortos no local do acidente, de janeiro a julho de 2012 foram registrados 6.938 acidentes, enquanto no mesmo período deste ano, foram 6478, reduzindo 7%.

Segundo dados do GGIT (Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito), de janeiro a agosto de 2012 foram 80 mortos, enquanto que no mesmo período desse ano foram 70.

"A tendência linear dos últimos cinco anos é que os acidentes reduzam a cada ano e 2013 não deve ser diferente. Porém esse pequeno crescimento de fevereiro a julho nos alerta para ações mais enérgicas com o intuito de evitar que os acidentes voltem a crescer", explica o diretor-presidente do Detran, Carlos Henrique Santos Pereira.

Semana Nacional do Trânsito

Em setembro, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS) vai intensificar as ações de educação e conscientização de trânsito. Eventos da Semana Nacional do Trânsito serão realizados em todos os municípios de MS. Em Campo Grande, além de palestras, com o renomado teólogo Mario Sergio Cortella, o Detran-MS vai discutir a aplicação da Nova Lei Seca, com o deputado federal, criador da Lei, Hugo Leal.

Os eventos serão abertos para participação de toda a população. "Não queremos que o número de acidentes volte a crescer por isso precisamos da colaboração de todos os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito, entidades civis e sociedade em geral", finaliza Santos Pereira.