Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 18 de Maio de 2021

Sidrolandia

Número de empresas inadimplentes tem menor alta da história em 2016

Aumento foi de 5% no ano passado, segundo indicador do SPC Brasil e da CNDL.

G1

27 de Janeiro de 2017 - 08:39

O número de empresas inadimplentes cresceu 5,01% em 2016, depois de fechar 2015 com um aumento de 11,9%. A alta do ano passado foi a menor da série histórica do indicador calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) desde 2013.

Também aumentou a quantidade de dívidas em atraso em nome de pessoas jurídicas: 3,37% de 2015 para 2016. No entanto, a alta ficou abaixo da registrada de 2014 para 2015: 13,62%.

Na análise por regiões, a que mostrou o maior avanço do número de empresas inadimplentes em dezembro foi o Nordeste (6,96%). Na sequência, aparecem a Norte (6,45%), a Centro-Oeste (4,49%), a Sudeste (4,44%) e a região Sul (3,19%).

Para o presidente da CNDL, Honório Pinheiro, o cenário de negativação das empresas está desacelerando mesmo em um ambiente de crise econômica. “Isso porque o movimento da inadimplência sofre a influência de dois vetores principais que atuam em direção oposta: o primeiro é redução da capacidade de pagamento das empresas, que tende a elevar o número de contas pendentes; o segundo é a restrição do crédito, que, ao reduzir o estoque de dívidas, limita também o crescimento da inadimplência”, explica por meio de nota.