Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 23 de Novembro de 2020

Sidrolandia

Nutricionistas ensinam ceia de Natal saudável e saborosa

Durante a montagem dos pratos, as nutricionistas deram dicas de como economizar calorias na ceia e torná-la ainda mais saudável.

Conjuntura On-line

14 de Dezembro de 2012 - 14:33

A noite de ontem (13) foi especial para as beneficiárias da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado do Mato Grosso do Sul), pois, com a aproximação das festas de fim de ano, as servidoras públicas puderam participar do curso sobre “Ceia de Natal Saudável” promovido na Cozinha Experimental da Cassems.

De acordo com a nutricionista e coordenadora do Programa de Nutrição da Caixa dos Servidores, Lilian Herrera, o curso abordou a elaboração de uma ceia de Natal saudável, mas sem fugir da sofisticação e o tradicionalismo que existe nessa data. “Dentre as receitas que escolhemos estão: salada de arroz selvagem, salpicão com frango defumado, farofa de biscoito cream cracker, lombo de porco ao molho de ameixa e para a sobremesa, gelatina na casca da laranja”.

A beneficiária Maria Helena Torres já havia participado do outro programa de prevenção da Cassems, o Viva Saúde, mas era a sua primeira vez na cozinha experimental. “O curso agregou muito em minha ceia, com certeza vou fazer esses pratos em casa”, conta a servidora pública lotada no Detran que confessa: “não sou uma boa cozinheira”.

Durante a montagem dos pratos, as nutricionistas deram dicas de como economizar calorias na ceia e torná-la ainda mais saudável. Melissa Capi, nutricionista da Cassems, explica que ao comprar o lombo no supermercado, o ideal é pedir ao açougueiro que tire toda a gordura dele e já leve para casa uma carne bem mais magra.

Já a nutricionista Fernanda Molina dá a dica de como deixar o arroz selvagem mais gostoso. “O ideal é medir para cada copo de arroz, três copos d’água, pois esse tipo de arroz é um pouco mais difícil de cozinhar”, conta.

Lilian Herrera preparou o salpicão com frango defumado e explicou que é importante ficar atento aos rótulos dos alimentos. “Quando você passa a olhar cada embalagem de alimento percebe que nem sempre o que está escrito light tem menos calorias do que um produto convencional”.

No final do curso, as beneficiárias elogiaram o trabalho da Cassems e saíram satisfeitas com o que aprenderam. A policial civil Célia Monreal já teve restaurante e confessa que antes só sabia cozinhar comidas com excesso de óleo, o que fazia muito mal para a saúde. “Hoje aprendi que posso comer uma comida saudável e saborosa ao mesmo tempo”.