Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 22 de Julho de 2024

Sidrolandia

Obras de saneamento para MS de R$ 389 milhões são pré-selecionadas em Brasília

Adriana Viana/Região News

01 de Setembro de 2010 - 06:38

O presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, estará hoje em Brasília (DF) representando o governador André Puccinelli durante a análise dos projetos de saneamento para a segunda etapa do programa de infraestrutura do governo federal. São 13 projetos totalizando mais de R$ 389 milhões que beneficiam os municípios de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas. Os projetos já foram pré-selecionados e, durante a reunião, será definida a ordem de prioridade das obras.

Desse total, oito projetos são da Sanesul e somam mais de R$ 276 milhões para melhorias nos sistemas de saneamento de Corumbá, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas, tanto em abastecimento de água quanto em esgotamento sanitário.

Para Corumbá, estão previstos investimentos de R$ 36,4 milhões, que visam melhorias nos sistemas de abastecimento de água (SAA), e R$ 17,6 milhões no esgotamento sanitário (SES). As obras de ampliação do SAA preveem a implantação de 6.596 metros de adutora, construção de três estações elevatórias, 6.500 metros cúbicos de reservação, além da execução de 37.755 metros de rede de distribuição, 3 mil ligações domiciliares e instalação de 10.091 hidrômetros. O SES de Corumbá receberá 71 quilômetros de rede coletora de esgoto e 3.570 ligações domiciliares.

O município de Três Lagoas será beneficiado com R$ 14,5 milhões para perfuração e ativação de três poços, construção de duas estações de tratamento de água, cinco estações elevatórias, 4.700 metros cúbicos de reservação, além da execução de 59 quilômetros de rede de água e 1.250 ligações domiciliares, entre outras melhorias. O sistema de esgotamento de Três Lagoas receberá R$ 51,3 milhões, para implantação de 299 quilômetros de rede coletora, construção de seis estações elevatórias e uma de tratamento e a execução de 14.452 ligações prediais de esgoto.

Em Dourados, recursos da ordem de R$ 54,9 milhões serão destinados à implantação de 54 quilômetros de rede de distribuição de água, construção de uma estação elevatória e uma de tratamento, 9.500 m³ de reservação, bem como a perfuração e ativação de quatro poços e a implantação de 5 mil ligações domiciliares. Dourados também será beneficiada com obras para o sistema de esgotamento sanitário. Serão destinados R$ 55,3 milhões na construção de nove estações elevatórias e uma estação de tratamento, 319 quilômetros de rede coletora e 17.650 ligações domiciliares.

Para o sistema de abastecimento de água de Ponta Porã, serão destinados R$ 26 milhões. Os recursos abrangem a perfuração e ativação de três poços, implantação de 41.087 metros de rede de distribuição, 2.000 m³ de reservação, a execução de 1.164 ligações, construção de uma estação elevatória e um de tratamento, entre outros. Para o sistema de esgotamento sanitário, Ponta Porã receberá R$ 19,9 milhões, que serão destinados à construção três estações elevatórias, ampliação da estação de tratamento, 157 quilômetros de rede de esgoto e 5.980 novas ligações domiciliares.

Também foram pré-selecionados projetos de saneamento integrado e de manejo de águas fluviais da Secretaria de Estado de Habitação. Os recursos somam R$ 112,7 milhões para obras de abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem e pavimentação. As cidades beneficiadas são Corumbá, Três Lagoas, Ponta Porã, Dourados e Campo Grande. Na capital de Mato Grosso do Sul, as obras são para pavimentação asfáltica, galerias pluviais, reservatório de amortecimento de cheias, entre outras.

A reunião em Brasília definirá os projetos a serem executados e, a partir dela, será dado andamento à documentação para a liberação dos recursos.