Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Ônibus atolam em rua de asfalto, em Dourados

A prefeitura começou a operação tapa-buraco, mas a chuva que não para e atrapalha a condução dos trabalhos.

Dourados Agora

23 de Março de 2011 - 10:51

Ônibus atolam em rua de asfalto, em Dourados
Foto: Cido Costa

A população da região da Vila Rosa está fazendo 'malabarismos' para andar pelo bairro. A principal rua, a Clóvis Cersózimo de Souza (antiga Ipiranga), que é linha dos coletivos e passagem a milhares de pessoas da região circunvizinha, está intrafegável por causa do barro sobre a pavimentação asfáltica.

A via em obra de construção da rede de esgotamento de águas pluviais, com recursos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), obriga os trabalhadores e estudantes sairem de casa com os pés 'ensacados' para não sujar os sapatos e chegar apresentável aos locais de trabalho e escolas.

O soldador Antônio Freitas Nunes, morador na Vila Rosa há muitos anos, disse ao Douradosagora que a situação é lastimável. "Terrível, porque não se pode nem colocar o pé fora de casa sem ficar sujo ou cair. Tem gente derrapando de motocicleta, bicicleta, a pé", reclama. "Muita gente já caiu aqui",conta outra leitora que ligou por volta das 6h45, mas preferiu não dar o nome.

Logo pela manhã, o Douradosagora recebeu ligações de pessoas que transitavam pelo trecho, onde dois ônibus atolaram e começaram a derrapar no trecho de acesso ao postinho de saúde do bairro, local de intenso tráfego.

Conforme os moradores, além da obra do PAC, a população sofre com a buraqueira que pega de surpresa condutores e pedestres em várias ruas, por toda parte da cidade. A Rua Ipiranga é uma das mais críticas.

Os buracos aparecem em toda sua extensão, especialmente na região das universidades, já que passa pela unidade I da UFGD, região da Anhanguera e Unigran. A prefeitura começou a operação tapa-buraco, mas a chuva que não para e atrapalha a condução dos trabalhos.