Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 3 de Julho de 2022

Sidrolandia

Paciente deve ficar em casa de abrigo e receber benefício de um salário mínimo da previdência

A Secretaria de Assistência Social já preparou a documentação para encaminhar a Previdência Social o processo solicitando o benefício de um salário mínimo

Flávio Paes/Região News

28 de Outubro de 2015 - 13:00

Depois de esgotadas todas as possibilidades médicas da recuperação do pedreiro Vaildo  Barbosa Dutra, o defensor público Gustavo Pinheiro, imagina, que ele terá de ser encaminhado para uma casa abrigo custeada pela prefeitura, formato já utilizado em relação a uma adolescente com esquizofrenia após quatro meses de internação. "Ele não tem nenhum familiar que queira ou esteja em condições de assumir a responsabilidade de cuidar dele", admite.

A Secretaria de Assistência Social já preparou a documentação para encaminhar a Previdência Social o processo solicitando o benefício de um salário mínimo,  já que suas condições de saúde não vão permitir que ele volte a trabalhar. "No hospital ele tá tendo o melhor atendimento possível", observa o defensor. Mas com certeza precisa de alguém para  cuidá-lo e o acompanhar, eventualmente, no tratamento que terá de continuar fazendo, como por exemplo fisioterapia necessária na sua recuperação.