Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 24 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Parceiros do Ibama, Bombeiros auxiliam no treinamento de brigadistas para combater incêndio em MS

O governo federal autorizou o Ibama a contratar até 2.520 brigadistas, mas o número inicial planejado para 2013 é de 1.600 membros.

Notícias MS

09 de Julho de 2013 - 15:25

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul é parceiro do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que no início desta semana lançou o Programa Nacional de Brigadas Federais de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais, no município de Corumbá.

Com veículos e equipamentos doados pelo Ibama necessários para este período crítico de incêndios, os brigadistas receberam também nos meses de junho e julho deste ano treinamento para atuar nestas situações. De acordo com o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Ociel Ortiz Elias, em Mato Grosso do Sul, além da brigada de Corumbá, com 29 membros, outras três brigadas também foram formadas e contam com integrantes de comunidades indígenas como Cachoerinha, no município de Miranda, Limão Verde em Aquidauana e ainda Alves de Barros em Bodoquena.

“A formação contou com um técnico do Ibama e dois membros do Corpo de Bombeiros. Eles são especialistas no combate ao incêndio em áreas como florestas e matas. O tenente-coronel e o major são do Centro de Proteção Ambiental [CPA] dos Bombeiros e já formaram outras brigadas nos Estados de Mato Grosso, Rondônia, Maranhão e Minas Gerais”, informou coronel Ociel.

Na capacitação, conforme explica o comandante geral do Corpo de Bombeiros, os brigadistas tiveram noções sobre técnicas de combate a incêndios, inclusive com explicações sobre o manuseio de equipamentos como bombeamento de água, os abafadores que são utilizados para bater sobre o fogo, o pinga-fogo que é queimador para incêndio controlado e ainda aparelho de GPS. Parceiro desde o ano de 2009 do Programa Nacional de Brigadas Federais, o Corpo de Bombeiros disponibiliza unidades da Corporação para os membros das brigadas.

Brigadas

O governo federal autorizou o Ibama a contratar até 2.520 brigadistas, mas o número inicial planejado para 2013 é de 1.600 membros. O objetivo é começar com um contingente menor, que pode ser expandido conforme as necessidades. Os brigadistas serão distribuídos em 74 brigadas, implantadas nas regiões mais críticas selecionadas pela ocorrência de focos de calor captados via satélite em remanescentes de vegetação nativa e presença de áreas protegidas federais. Os contratos são temporários, destinados a atender apenas o período crítico de incêndios, com duração máxima de seis meses.