Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 22 de Julho de 2024

Sidrolandia

Pátria: Com prefeito preso, secretário assume atos oficiais em Dourados

Como sempre, o ato aconteceu no calçadão da Praça Antônio João. Houve apresentações culturais, incluindo a Banda do Exército

Dourados Agora

01 de Setembro de 2010 - 13:36

Pátria: Com prefeito preso, secretário assume atos oficiais em Dourados
Maur - Foto: A. Frota

A tradicional solenidade de acendimento da “Chama da Pátria”, nesta quarta-feira, precisou ser realizada pelo secretário de Indústria e Comércio de Dourados, Maurício Peralta. O prefeito da cidade, Ari Artuzi, cinco secretários e 9 vereadores foram presos pela Polícia Federal, na Operação Uragano.

Além de Maurício, a secretária de Assistência Social foi a única a comparecer no evento que faz a abertura da Semana da Pátria. Astearam as bandeiras do município, Estado e Brasil, o general José Carlos Cardoso, a servidora pública Marinete Melvo Nunes e Maurício Peralta.

Como sempre, o ato aconteceu no calçadão da Praça Antônio João. Houve apresentações culturais, incluindo a Banda do Exército.

Na quinta-feira (dia 2), a programação será na Escola Municipal Indígena Ramão Martins (na Aldeia Jaguapiru), onde acontecem hora cívica, atividades culturais e a palestra sobre “Como ingressar no Exército”. No mesmo horário, a mesma atividade também se repete na Escola Municipal Armando Campos Belo, no Jardim Santa Brígida. No dia 3, a programação acontece na Praça Walter Guaritá – Trevo da Bandeira, na Rua Hayel Bon Faker, com hasteamento do Pavilhão Nacional.

No dia 7, está programado o desfile cívico, a partir das 8h, na Praça Antônio João, e às 17h acontece o ritual de extinção da Chama da Pátria, também com a presença da Banda do Exército Brasileiro. O prefeito Ari Artuzi e demais autoridades do município vão participar do desfile, na Praça Antonio João.