Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 16 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

PDT: Dr. Gerson Claro lamenta perda de lideranças e clama por renovação

Marcos Tomé/Região News

26 de Maio de 2011 - 19:22

PDT: Dr. Gerson Claro lamenta perda de lideranças e clama por renovação
PDT: Dr. Gerson Claro lamenta perda de lideran - Foto: Marcos Tom

O advogado e empreendedor imobiliário Dr. Gerson Claro, afirmou a reportagem do Região News que lamenta o momento político em que o PDT esta passando em Sidrolândia. Para Gerson a desfiliação de Agmer Nantes e Gilmar Santi representa perda relevante ao partido que se organiza para disputar as eleições em 2012.

“Sou pedetista a 24 anos e faço politica por ideologia. Penso que homens e mulheres só trarão coisas positivas a uma comunidade quando estes estiverem com o pensamento focado no positivo e no bem comum. Sinto a perda dos companheiros de partido, más, a escolha é livre e suas decisões serão respeitadas.

Questionado sobre possível enfraquecimento por conta das perdas sofridas no campo administrativo com a exoneração de dois Secretários no final de 2010. Gerson informou que o PDT é muito maior que a manutenção dos cargos no governo de Daltro Fiuza. “Somos uma legenda que incentiva o crescimento de Sidrolândia”, comenta.

“Não posso falar em política de ideologia com o pensamento focado nos cargos que eventualmente o partido possa a ter no governo A ou B. Acredito que só seremos verdadeiramente fortes quando os interesses pessoais ficarem em segundo plano no contexto político administrativo”, relata.

Durante a reportagem Gerson Claro fez questão de enfatizar que a população sidrolandense anseia por mudança. “Lamento a saída de Gilmar Santi, pois vejo nele um homem com perfil para governar Sidrolândia. Não sei se este seria o momento mais apropriado para fazer tal afirmação, mas, o fato é que admiro sua pessoa assim como admiro a pessoa do Agmer Nantes”, finaliza.

O PDT sempre disputou as eleições e quando não esteve à frente, ajudou a decidir as eleições no município, um partido cuja sua história fala por si. Com dois vereadores na Câmara Municipal, o PDT tenta se manter vivo após inúmeras baixas de lideranças que saíram das bases pedetistas.