Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 1 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Peres garante que Câmara fez sua parte e repasse de recursos é função do Executivo

Peres deixou claro que neste processo os vereadores cumpriram o seu papel institucional, que foi o de autorizar o Executivo a fazer os repasses.

Flávio Paes/Região News

20 de Agosto de 2013 - 08:20

Foto: Marcos Tomé/Região News

Peres garante que Câmara fez sua parte e repasse de recursos é função do Executivo

Presidente da Câmara Ilson Peres de Souza (PSDB)

Diante das insinuações de que a liberação das subvenções autorizada em junho, antes do recesso de julho, estaria sendo obstruída pelo Legislativo, o presidente da Câmara Municipal de Sidrolândia, Ilson Peres (PSDB), deixou claro que neste processo os vereadores cumpriram o seu papel institucional, que foi o de autorizar o Executivo a fazer os repasses.

“É prerrogativa do Executivo, liberar os recursos, naturalmente, levando em conta  a disponibilidade de caixa da Prefeitura . Tenho certeza que se dependesse apenas da vontade do prefeito, o valor autorizado e o cronograma de liberações acertados originalmente, estariam sendo cumpridos.  As dificuldades financeiras enfrentadas pela administração municipal estão retardando os repasses”, explica Peres.

O presidente da Câmara lembra que em comum acordo com o prefeito, pela primeira vez na história política de Sidrolândia, os vereadores não se limitaram a apenas homologar o valor das subvenções definido pelo Executivo. “O senhor Ari fixou um teto de repasse e dentro deste limite, nos deu plena liberdade para remanejar, reduzir, aumentar e até cortar algumas subvenções que tradicionalmente eram concedidas todos os anos. Não foi uma tarefa fácil, porque sempre é desgastante cortar algum benefício”, destaca Peres.

Além de reduzir em 30% o valor da subvenção da exposição agropecuária de Sidrolândia (de R$ 130 mil para R$ 90 mil), os vereadores promoveram remanejamentos que ampliaram em 90,37% os repasses destinados a projetos e entidades com atuação na área social, (saúde, esporte e educação), que tiveram ampliados de R$ 395 mil para R$ 752 mil os recursos que receberão até dezembro deste ano. Neste total, não estão computados os R$ 86.400,000 destinados para as associações da agricultura familiar custearem as patrulhas mecanizadas.

Na área da saúde, por exemplo, o incremento foi de 106%, passando de R$ 87 mil para R$ 180 mil distribuídos entre três convênios. O Hospital Evangélico, por exemplo, onde são feitas as consultas de especialidades médicas e exames mais sofisticados encaminhados a Campo Grande pela Secretaria Municipal de Saúde, terá 66% a mais de recursos. Os repasses subiram de R$ 36 mil para R$ 60 mil (de R$ 6 mil para R$ 10 mil mensais).

Além dos recursos da Exposição, foram cortadas verbas da Exposição de Orquídeas (R$ 10 mil); Sindicato dos Servidores Municipais (R$ 10 mil); Associação Empresarial (R$ 10 mil); Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (R$ 8.136,00). A verba para rádio comunitária Pérola do Planalto, caiu de R$ 3.600,00 para R$ 1.200,00 por mês. Ao invés de receber R$ 21.600,00, terá R$ 7.200,00. 

Repasses autorizados

Emendas

Entidades

Original

Aprovado

Parcelas

036

Associação Protetora de Animais é o Bicho

R$    4.500,00

R$   5.000,00

Mensal

037

Associação Cultural Pérola do Planalto - Rádio

R$    3.200,00

R$   1.200,00

Mensal

038

Assistência Social Cultural – ASSISTE

R$    6.000,00

R$ 10.000,00

Mensal

039

Associação Escola Agrícola – EFASIDRO

R$  10.800,00

R$ 15.000,00

Mensal

044

Conselho de Pastores – COPPEVS

R$  10.000,00

R$   8.000,00

Mensal

046

Sindicato Rural de Sidrolândia

R$ 130.000,00

R$ 90.000,00

Única

047

ECA – Associação Comitiva dos Amigos

R$    4.000,00

R$ 15.000,00

Mensal

060

Associação Bom Samaritano

R$    1.400,00

R$   6.000,00

Mensal

061

São Vicente de Paula - Vicentinos

R$    ?

R$   3.000,00

Mensal

Entidades

Valor

Parcelas

APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais

R$ 58.000,00

Mensal

Associação Escolinha do Nato

R$   1.500,00

Mensal

Associação dos Artesoes de Sidrolândia

R$   1.500,00

Mensal

Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Geraldo Garcia

R$      800,00

Mensal

Associação Antônio Castilho dos Santos (Santa Lucia)

R$      800,00

Mensal

Associação da União dos Agricultores Familiares do Assentamento Jiboia

R$      800,00

Mensal

Associação dos Agricultores Familiares Almirante Barroso P.A Eldorado II

R$      800,00

Mensal

Associação Dorcelina Falador Eldorado I

R$      800,00

Mensal

Associação Comunitária da Família Terena (Córrego do Meio)

R$      800,00

Mensal

Associação das Famílias Produtores Rurais do Assentamento Eldorado I

R$      800,00

Mensal

Associação Nova Esperança (Barra Nova)

R$      800,00

Mensal

Associação dos Avicultores do P.A Capão Bonito

R$      800,00

Mensal

Associação P.A Flórida de Sidrolândia

R$      800,00

Mensal

Associação de Pequenos Agricultores Rurais Ricardo Brandão P.A CB - II

R$      800,00

Mensal

Associação de Pequenos Agricultores João Batista

R$      800,00

Mensal

Associação de Pequenos Agricultores Indígenas da Aldeia Lagoinha – APAIL

R$      800,00

Mensal

Associação da Unificação dos Trabalhadores Rurais e Familiares do P.A Eldorado II – COAF

R$      800,00

Mensal

Associação dos Agricultores Familiares do P.A Valinhos

R$      800,00

Mensal

Associação dos Pequenos Produtores Rurais Estrela Dalva P.A São Pedro

R$      800,00

Mensal

Associação AGRIFAL Alambari FAF

R$      800,00

Mensal

Arquidiocese de Campo Grande (Igreja Católica de Sidrolândia)

R$  20.000,00

Única

Associação dos Pequenos Produtores Rurais do P.A São Pedro

R$      800,0