Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 30 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Pesquisa mostra que MS é “terra” de paulista, paranaense e gaúcho

Em seguida, estão os paranaenses, que responde, por 5% dos moradores (129 mil). Os pernambucanos somam 34 mil; os mineiros, 36 mil; os baianos, 39 mil; e os gaúchos, 38 mil.

Campo Grande News

27 de Setembro de 2013 - 10:18

“O meu pai era paulista, meu avô, pernambucano; O meu bisavô, mineiro, meu tataravô, baiano”. A canção de Chico Buarque faz todo sentido em Mato Grosso do Sul.

Da população de 2,5 milhões de moradores do Estado, 10% vieram de São Paulo; 1,3% é de Pernambuco; 1,4% é mineiro e 1,5% nasceu na Bahia. Outra fatia significativa da população do Estado veio do Paraná e do Rio Grande do Sul.

Os dados populacionais são da PNAD 2012 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada nesta sexta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Da população residente no Estado, são 1,8 milhão de sul-mato-grossenses. Os paulistas somam 260 mil.

Em seguida, estão os paranaenses, que responde, por 5% dos moradores (129 mil). Os pernambucanos somam 34 mil; os mineiros, 36 mil; os baianos, 39 mil; e os gaúchos, 38 mil.

Na fronteira com o Paraguai e a Bolívia, Mato Grosso do Sul tem 26 mil moradores vindos de outros países. A PNAD é a principal fonte de indicadores socioeconômicos do país.

A pesquisa, realizada desde 1967, traz informações sobre população, migração, educação, trabalho, rendimento e domicílios, incluindo dados sobre acesso à internet e telefone celular.