Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 22 de Julho de 2024

Sidrolandia

Piloto de avião que caiu com líder polonês foi ameaçado, diz TV

O Ministério da Justiça da Polônia confirmou apenas que foi possível decifrar parte das mensagens da caixa-preta, mas não revelou o conteúdo.

G1

14 de Julho de 2010 - 16:08

O piloto do avião que caiu com o presidente polonês Lech Kaczynski disse, segundo trechos da caixa-preta, que estava sendo ameaçado de morte no ar, momentos antes da catástrofe, como informa hoje a televisão pública "TVN24".

"Se não aterrissar, me matam", foram as palavras do piloto segundo o canal polonês. A decisão dele foi anunciada pouco antes do aviso da torre de controle do aeroporto de Smolensk, na Rússia, sobre as condições adversas para pouso.

O Ministério da Justiça da Polônia confirmou apenas que foi possível decifrar parte das mensagens da caixa-preta, mas não revelou o conteúdo.

O avião que levava Kaczynski, sua mulher e altos representantes das principais instituições polonesas, caiu em 10 de abril, quando estava prestes a aterrissar em Katyn, na Rússia.

A delegação polonesa participaria de atos em memória do massacre de soldados poloneses por tropas soviéticas, na Segunda Guerra Mundial.

Nenhuma das 96 pessoas que estava a bordo sobreviveu. Pouco depois da catástrofe, surgiram especulações sobre o que poderia ter levado o piloto a manter os planos de aterrissagem apesar das advertências da torre.

Em agosto de 2008, o presidente polonês obrigou outro piloto, na Geórgia, a pousar o avião apesar das condições meteorológicas ruins