Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 19 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Polícia suspeita que indígena tenha sido morto após roubo em Dourados

O corpo foi encontrado na manhã desta quarta-feira na aldeia Jaguapiru em Dourados, cidade que fica a 233 quilômetros de Campo Grande.

Dourados Agora

09 de Março de 2011 - 10:03

A Polícia suspeita que o assassinato do indígena Ramão Cunha Martins, 76 anos, tenha sido latrocínio, roubo seguido de morte. O corpo foi encontrado na manhã desta quarta-feira na aldeia Jaguapiru em Dourados, cidade que fica a 233 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com informações do site Dourados Agora a casa da vítima estava revirada, o que levantou a hipótese dos policiais, mas ainda não há informação se algum objeto foi levado.

Segundo dados preliminares o assassino, depois de arrombar a porta da cozinha, matou Ramão no quarto com 25 golpes de facão no tórax e cabeça e na saída depredou um fusca que estava estacionado na garagem da residência.

O corpo foi encontrado por lideranças indígenas da aldeia.