Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 23 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

População de Sidrolândia terá de voltar às urnas em novembro para eleger conselheiro

O prazo se estende até o próximo dia 13 de outubro. As inscrições poderão ser feitas na Secretaria Municipal de Assistência Social.

Flávio Paes/Região News

23 de Setembro de 2014 - 09:06

A população de Sidrolândia terá de ir às urnas no próximo dia 12 de novembro para a escolha de um conselheiro e de cinco suplentes para compor o Conselho Tutelar. O Conselho  Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente publicou edital abrindo inscrição a partir desta terça-feira, dia 23, para quem quiser se habilitar ao cargo. 

O prazo  de inscrição se estenderá até o próximo dia 13 de outubro. As inscrições poderão ser feitas na Secretaria Municipal de Assistência Social, de segunda a sexta-feira, das 8 as 11 e das 13, ás 16 horas. Quem tiver a inscrição deferida antes de entrar na disputa propriamente dita, terão de submeter a uma prova sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, que será realizada no dia 27 de outubro, no antigo prédio da Escola Sidrônio Antunes de Andrade.

Para se inscrever é necessário que o candidato tenha o ensino médio, habilitação de motorista categoria B. Quem vencer a disputa se habilita a um salário de R$ 1.207.97, sendo R$ 757,49 de piso salarial  e R$ 450,00 de gratificação. A última eleição para o conselho tutelar foi realizada no dia 23 de julho do ano passado. Nesta disputa só 992 eleitores foram às urnas, quórum 56% menor que o pleito de 2006, quando foram 2.278 sufrágios.

Embora o mandato dos atuais conselheiros vá até 09 de janeiro de 2016, foi necessário promover este processo eleitoral porque duas conselheiras resolveram pedir demissão, exatamente às duas mais votadas: Aidê Garcia Barbosa (que teve 225 votos) e Daiane Aparecida (161 votos). Para o lugar de Daiane assumiu a terceira suplente, Elaine Aparecida (34 votos). Os outros quatro suplentes renunciaram Clenilce Silva de Arruda; Clemilson de Oliveira Mello; Mário Celso Amorim Leite e Marcelo de Souza Camargo.