Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 29 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Por falta de provas, MPE arquiva investigação contra prefeito de Bonito

O arquivamento do procedimento preparatório nº 5/2013 foi relatado pelo conselheiro Belmires Soles Ribeiro e homologado, por unanimidade, pelo Conselho Superior do MPE.

Midiamax

24 de Julho de 2013 - 10:00

O MPE (Ministério Público Estadual) de Mato Grosso do Sul arquivou o procedimento que investigava a captação ilegal de votos e abuso de poder de Luis Lemos de Souza Brito, conhecido como Leleco, prefeito eleito pelo PT do B em Bonito.

O arquivamento foi homologado pelo Conselho Superior do MPE, em reunião ordinária realizada no dia 16 de julho de 2013, e publicado na edição desta quarta-feira (24) do Diário Oficial do órgão.

Leleco era investigado por prática ilegal de captação de votos durante a eleição municipal suplementar. Segundo a denúncia, o candidato teria tentado incluir populares no programa Bolsa Família em troca de votos.

O MPE alega que tomou todas as medidas para verificar a suposta prática ilegal, que acabou não comprovado, “As declarações prestadas evidenciam que o contato entre as eleitoras e o candidato em nada se relaciona com a prática de venda de votos ou qualquer outra irregularidade conforme suposto na denúncia. Sendo assim, não subsistem motivos para o prosseguimento do procedimento, que deve, portanto, ser arquivado”, afirma a publicação.

O arquivamento do procedimento preparatório nº 5/2013 foi relatado pelo conselheiro Belmires Soles Ribeiro e homologado, por unanimidade, pelo Conselho Superior do MPE.