Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Portaria que obriga empresas a ter relógio de ponto entra em vigor dia 1º de março

Campo Grande News

15 de Fevereiro de 2011 - 09:00

A partir de 1º de março todas as empresas deverão ter REP (Registrador Eletrônico de Ponto), o popular relógio de ponto. Às vésperas do fim do prazo dado para as adequações, as empresas que ainda não cumprem as regras deverão se antecipar porque as lojas que vendem os equipamentos precisam de prazo para instalação das máquinas.

Desde janeiro a Olimac, loja localizada no Bairro Piratininga, registra aumento na procura. Por telefone, cerca de dez pessoas fazem consulta de preços no estabelecimento.

Movimento semelhante só foi sentido em novembro, quando vencia o primeiro prazo dado pelo Ministério do Trabalho para as adequações.

“Sabe brasileiro como é”, diz a funcionária do setor administrativo, Rosaly Dutra Perez.

Ela explica que a loja pede prazo de 30 dias para entregar os equipamentos instalados.

Para se adequar, os empresários precisam investir de R$ 1,4 mil a R$ 5 mil. Os preços variam conforme o tipo de relógio, que pode ter até sistema biométrico.

Já na loja Dimep, o prazo para a entrega é de 15 dias. No entanto, no estabelecimento não se observa mudança no movimento, segundo a funcionária que se identificou apenas como Thaís.

Devido ao prazo necessário para que os equipamentos cheguem da fábrica, a recomendação dela é para que os empresários se antecipem.

Portaria publicada em 2009 previa que todas as empresas tivessem REP. O prazo inicial determinava adequação até novembro do ano passado e a data foi prorrogada.