Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Prefeitura ainda não concluiu reforma de CMEI e estuda compra de prédio que abriga escola

As 330 crianças que estudam lá foram transferidas para o prédio da Escola Reino da Cultura (localizado na Rua Nioaque, 189).

Flávio Paes/Região News

01 de Setembro de 2014 - 13:40

As dificuldades financeiras forçaram a Prefeitura de Sidrolândia reduzir o ritmo das obras de reforma dos quatro centros de educação infantil que planejava concluir até dezembro. Ainda deve demorar mais 40 dias as obras que estão sendo executadas, no Centro Municipal de Educação Infantil Pindorama que foram iniciadas em abril.

As 330 crianças que estudam lá foram transferidas para o prédio da Escola Reino da Cultura (localizado na Rua Nioaque, 189) alugado por um ano ao preço de R$ 3.700,00 por mês. A Prefeitura estuda sua aquisição para abrir 300 novas vagas de educação infantil na rede municipal quando as outras creches estiveram reformadas.

No CMEI Pindorama estão sendo investidos R$ 160 mil na reforma do telhado, instalações elétricas e hidráulicas, além da construção de novas salas que abrirão entre 60 e 70 vagas. O próximo CMEI a ser reformado é o Cantinho Feliz, no Pé de Cedro, que também ganhará mais duas salas, disponibilizando mais 72 vagas.  

Em seguida será a vez do CMEI Irmã Demetria e do Prefeito Criança. O serviço será feito de forma gradativa para não prejudicar os alunos. O investimento previsto é de R$ 428.431,26 nas unidades. Enquanto a reforma estiver em andamento às crianças serão transferidas para o prédio na Rua Nioaque.

Em 2015 será  inaugurado o centro de educação infantil que está sendo construído no Residencial Altos da Figueira, com capacidade para receber 150 crianças. Já está empenhado no Ministério da Educação R$ 920.624,18 para construção de uma nova unidade na região do Sidrolar, também para 150 crianças, do berçário a pré-escola. Hoje há uma fila de 400 crianças à espera de vagas na educação infantil.