Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 5 de Maio de 2021

Sidrolandia

Prefeitura aprova isenção de ISSQN e de IPTU por 3 anos para cooperativa se instalar na cidade

A cooperativa conta atualmente com 119 unidades localizadas em 68 Municípios nos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

Flávio Paes/Região News

01 de Fevereiro de 2017 - 07:54

Reunido na última sexta-feira o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Sidrolândia, aprovou a concessão de isenção do ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza), do pagamento de IPTU por três anos, das obras do complexo administrativo, de serviços e armazenagem da COAMO (Cooperativa Agropecuária de Campo Mourão) que está se instalando numa área de 33 hectares na saída para Maracaju, às margens da MS-162. O investimento previsto é de R$ 43 milhões.

Nesta terça-feira o presidente da cooperativa, José Aroldo Gallassini esteve em Maracaju, onde a COAMO se reuniu com seus associados, para prestação de contas de 2016, dentre eles o ex-prefeito Ari Basso.

A unidade contará com duas moegas com tombador para bitrem; secador 150 ton/h; três silos pulmão com capacidade 20.000 sacas cada, totalizando 60.000 sacas; seis silos de armazenagem com capacidade de 170.000 casas cada, totalizando 1.020.000 sacas; duas linhas de recebimento de 240 ton/h cada; dois silos para resíduos com capacidade para 17.000 sacas cada, totalizando 34.000 sacas; escritório ADM/Operacional com unidade de Credicoamo, loja de peças e pré-classificação; armazém de insumos com 3.060 m². A previsão para funcionamento é maio de 2017.

Em setembro, dirigentes da cooperativa estiveram na cidade para receber a escritura da área, num ato no gabinete do então primeiro Ari Basso. Desde dezembro estão sendo executadas as obras de terraplanagem.

A construção do entreposto envolverá aproximadamente 10 empreiteiras, com previsão de gerar pelo menos 200 empregos (entre diretos e indiretos), além de aquecer segmentos como o de serviço (hotelaria, restaurantes) durante o transcorrer das obras. A unidade em si, quando estiver funcionando, vai abrir 50 empregos diretos e outros 150 indiretos.

A cooperativa está investindo R$ 600 milhões numa fábrica de óleo de soja. Na unidade haverá esmagamento de soja, extração, refino e envasamento do óleo comestível.

Fundada em 28 de novembro de 1970, por um grupo de 79 agricultores em Campo Mourão, na região Centro-Oeste do Estado do Paraná, a Coamo é uma cooperativa forte que garante segurança e solidez, e promove o desenvolvimento econômico, técnico, educacional e social dos seus associados.

A cooperativa conta atualmente com 119 unidades localizadas em 68 Municípios nos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, para recebimento da produção agrícola dos seus mais de 28 mil associados.

*Matéria alterada para acréscimo de informações.