Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 8 de Março de 2021

Sidrolandia

Prefeitura cederá funcionários, e irá pintar prédio para reativação de IML

Há mais de quatro meses não se faz nenhuma necropsia no IML, embora a Prefeitura pague dois médicos legistas (R$ 4 mil cada um)

Flávio Paes/Região News

01 de Outubro de 2014 - 16:53

O Instituto Médico Legal (IML) deve voltar a funcionar dentro de 30 dias.  A Prefeitura vai ceder dois funcionários (que passarão por treinamento), e irá pintar o prédio que abrigará também o Posto de Identificação.  Esta definição saiu na terça-feira quando esteve em Sidrolândia o diretor-geral do Instituto de Identificação, Rubens Cyles Pereira, que se reuniu com o prefeito Ari Basso e a secretária Municipal de Saúde, Leila Couto.

Há mais de quatro meses não se faz nenhuma necropsia no IML, embora a Prefeitura pague dois médicos legistas (R$ 4 mil cada um). Os legistas se recusam a fazer o procedimento sob alegação que falta um funcionário para digitar os laudos. A funcionária que atuava no Instituto está afastada de licença médica.

Neste período em que não se faz necropsia, nos casos de mortes violentas, os parentes das vítimas precisam levar o corpo até o IML de Campo Grande, onde a liberação pode demorar horas.