Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 6 de Julho de 2022

Sidrolandia

Prefeitura inicia terraplanagem de 4 hectares para frigorífico de suíno

O frigorífico deve entrar em funcionamento até dezembro. Vai abater inicialmente 40 animais, com geração de 40 empregos diretos.

Assessoria de Imprensa

18 de Fevereiro de 2022 - 13:30

Prefeitura inicia terraplanagem de 4 hectares para frigorífico de suíno
Foto: Assessoria de Imprensa

Equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura iniciaram há dois dias a terraplanagem da área de 4 hectares onde será construída a estrutura de 2 mil metros quadrados que abrigará o primeiro frigorífico para abate de suínos e produção de embutidos de Sidrolândia.

Nesta quinta-feira a prefeita, Vanda Camilo, acompanhada dos secretários de Infraestrutura, Carlos Alessandro, e de Fazenda, Cláudio Serra, vistoriou a frente de serviços. A previsão é que em 15 dias sejam trazidos e espalhados 3 mil metros cúbicos de aterro. Serão feitas 250 viagens de caminhões basculante de 12 m³.

O frigorífico deve entrar em funcionamento até dezembro. Vai abater inicialmente 40 animais, com geração de 40 empregos diretos. A indústria será construída numa área de 4,5 hectares às margens da MS-162, a 17 km da área urbana, na saída para Quebra Coco.

Além da terraplanagem, a Prefeitura vai apoiar o empreendimento concedendo a isenção de ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) incidente sobre a construção. Também vai garantir o treinamento dos futuros funcionários que serão recrutados, preferencialmente entre os moradores do distrito de Quebra Coco (que fica a 12 km). Será criada uma linha de ônibus para garantir o transporte dos trabalhadores.

Prefeitura inicia terraplanagem de 4 hectares para frigorífico de suíno

Segundo o empresário, Vanderlei Piana, já foi perfurado um poço artesiano (com vazão de 14 mil metros por hora) para abastecer a indústria. Também já foi solicitada a ligação de energia elétrica, além dos licenciamentos. A estrutura de pré-moldados está em produção. Serão 2 mil metros quadrados, sendo 1.300 da área de abates e produção de embutidos. O investimento previsto é de R$ 2 milhões. Os animais virão da unidade de produção de suínos que a Cooperativa Alfa está implantando na saída para Maracaju.

À indústria será agregada uma pocilga com capacidade para engorda de 900 leitões e vai abastecer os mercados de Sidrolândia, Campo Grande e Maracaju.

Segundo a prefeita, atrair empresas que gerem emprego e renda é uma das preocupações da sua gestão. A Prefeitura cedeu o espaço e faz o treinamento dos futuros funcionários de uma indústria de lingerie no Distrito de Quebra Coco, que vai gerar 40 empregos diretos. Foi publicado o decreto de desapropriação de uma área de 7 hectares, às margens da JBS, saída para Campo Grande. Um hectare do city gate do ramal que trará gás natural da Capital. Os demais 6 hectares devem ser repassados a futuras empresas que planejem se instalar na cidade.