Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 15 de Agosto de 2022

Sidrolandia

Prefeitura mantém tradição e milhares de sidrolandenses participam de Desfile Cívico

Segundo a Assessoria de Comunicação da prefeitura municipal, o desfile foi considerado um sucesso e fez valer o esforço da administração municipal

Heloisa Trindade/Região News

08 de Setembro de 2015 - 09:53

O Desfile Cívico comemoração aos 193 anos da Independência do Brasil começou por volta das 8 horas da manhã de ontem em Sidrolândia e atraiu, segundo levantamento da Polícia Militar, cerca de 5 mil pessoas a Rua São Paulo, no centro da cidade.

Escolas da rede pública de ensino, particulares, além de entidades sociais, desfilaram nesta segunda-feira perfazendo um percurso de aproximadamente 400 metros. No dispositivo de autoridades montado na Praça Porfirio de Brito o prefeito Ari Basso, acompanhado de vereadores, secretários e comandante do 2 Pelotão da PM, do 18º Subgrupamento do Bombeiros, assistiu as apresentações da abandas e fanfarras das instituições de ensino.

Segundo os organizadores do evento, o desfile de 7 de Setembro atraiu mais de 12 mil pessoas. Ari Basso e o presidente da Câmara, vereador David Olindo, não fizeram pronunciamento para evitar atrasos nas apresentações em decorrência do clima seco e calor. "Estão de parabéns todos os envolvidos neste ato que faz dos sidrolandenses um exemplo de patriotismo", disse o prefeito.

As comemorações seguiram com um Pelotão do 9º GAC (Grupo de Artilharia de Carapina), da cidade de Nioaque composto por 20 militares. A Banda Municipal abriu o desfile cívico executando o Hino Nacional Brasileiro. O maestro Carlos Alberto Alexandre da Silva, no final das apresentações, agradeceu o prefeito pelos novos uniformes.

Prefeitura mantém tradição e milhares de sidrolandenses participam de Desfile CívicoUm grupo da comunidade indígena Terena, formada basicamente por guerreiros da região da Aldeia Buriti, clamou por justiça a morte de Oziel Gabriel, morto em confronto com a Polícia Federal no dia 30 de maio de 2013 na fazenda Buriti, pertencente ao produtor rural Ricardo Bacha. O grupo chamou atenção das autoridades ao pedir celeridade no processo de demarcação.

Camiseta com imagens de Oziel, cartazes com frases de efeitos foram exibidas durante a apresentação dos guerreiros que usavam arco e flecha, portavam bordunas.