Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 4 de Agosto de 2021

Sidrolandia

Prefeitura trabalha na recuperação de vias e estradas vicinais de Sidrolândia

A necessidade de fazer escoar a produção e executar serviços emergências fez com que servidores municipais trabalhassem durante todo o carnaval

Assessoria de comunicação

11 de Março de 2011 - 14:12

Prefeitura trabalha na recuperação de vias e estradas vicinais de Sidrolândia
Prefeitura trabalha na recupera - Foto: Thais Bett

Mesmo de baixo de chuva forte a Prefeitura Municipal de Sidrolândia não descansou durante o feriado de Carnaval, principalmente quando o assunto foi à recuperação de vias e estradas vicinais do Município.

Dentro de suas possibilidades, os funcionários da Secretaria Municipal de Infraestrutura trabalharam incessantemente na tentativa de amenizar os estragos cometidos pela forte chuva que não deu trégua por mais de uma semana.

Tratores, caminhões, carregadeiras e todo tipo de maquinário disponível na secretaria foram usados para desatolar veículos de pequeno e médio porte, transportar pessoas que estavam ilhadas em suas regiões, levar suprimentos e consertar trechos que tinham maior urgência em serem atendidos.

De acordo com o Prefeito Daltro Fiuza, essas medidas foram necessárias para que o escoamento da produção e o atendimento de algumas necessidades básicas não fossem completamente paralisados, “infelizmente não temos equipamentos e maquinários suficientes para atender todas as regiões ao mesmo tempo. Tão logo seja formada a Comissão Municipal de Defesa Civil, enviaremos o decreto de situação de emergência e poderemos contratar empresas e maquinários para nos auxiliarem nesses serviços”, informou Fiuza.

Na cidade

Fiuza disse, ainda, que os serviços de “tapa buraco” do município já estão autorizados e devem começar imediatamente: “Ontem já fizemos alguns serviços no período da manhã, que tiveram de ser interrompidos a tarde por causa da chuva. Mas trabalharemos eficientemente durante esse intervalo”.

O Prefeito reconhece os transtornos causados pelas chuvas e lamenta a impossibilidade da execução de alguns serviços anteriormente, porém, garante que assim que a estiagem chegar, todos esses problemas serão resolvidos. “Ainda não sabemos quanto vamos gastar com esses reparos. Esses números, no momento, são incalculáveis, mas faremos o possível para que todas as necessidades de nossa população sejam atendidas”, finalizou.