Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Maio de 2022

Sidrolandia

Prefeitura vai recorrer a parceria público privada para construir condomínio de 240 casas

A Prefeitura terá de pavimentar o acesso, contando para isto, com uma emenda parlamentar do ex-deputado Antonio Carlos Biffi

Flávio Paes/Região News

04 de Novembro de 2015 - 09:53

Com o corte de recursos do programa Minha Casa, Minha Vida na faixa custeada com recursos do orçamento da União, a Prefeitura negocia uma parceria público privada para a construção de um condomínio popular, planejado para 240 casas na área de 6 hectares no Diva Nantes, adquirida e transferida para a Associação Habitacional em Defesa da Moradia e Meio Ambiente, que viabilizaria recursos junto ao Ministério das Cidadespara 150  unidades. Serão casas de 47 metros quadrados, com todo o acabamento e que serão vendidas por R$  75 mil l, parcelados em prestações que não vão passar de R$ 380,00,  para quem tem renda familiar entre R$ 1 mil  e R$ 1.600,00, com inscrição no Departamento de Habitação da Prefeitura.

O condomínio além  de toda infraestrutura (água, energia, luz, asfalto e drenagem), contará com espaço de convivência comunitária, incluindo salão de festas, churrasqueira, play ground. Uma lei municipal aprovada pela Câmara, aprovada pela Câmara, autoriza as PPP (Parcerias Público Privadas) em áreas como habitação, coleta e destinação final do lixo.

Já a outra área, com 52 lotes, colada ao Sidrolar, esta sendo repassada a Agência Estadual de Habitação para a construção de casas, conjuntos habitacionais convencionais, também financiados com recursos do FGTS. A Prefeitura terá de pavimentar o acesso, contando para isto, com uma emenda parlamentar do ex-deputado Antonio Carlos Biffi. A área foi entregue inicialmente para a Associação de Amigos do Assentamento Geraldo Garcia (também credenciada no Ministério das Cidades), mas o projeto está parada na Caixa Econômica,com o contingenciamentos dos recursos para esta faixa do programa.