Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 23 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Presidente da CUT espera 20 mil pessoas em ato de paralisação na quinta-feira

O presidente já teve um sinal positivo dos servidores federais (paralisação) e espera que outros sindicatos confirmem a presença.

Campo Grande News

09 de Julho de 2013 - 10:10

O presidente da CUT/MS (Central Única dos Trabalhadores de MS), Genilson Duarte, afirmou que espera 20 mil pessoas no ato de paralisação que acontecerá na Praça do Rádio Clube em Campo Grande. O evento marcado para próxima quinta-feira (11) na Capital irá ocorrer em diversas cidades em todo país.

Genilson destacou que os sindicatos já estão promovendo assembleias hoje e amanhã para decidir pela paralisação dos trabalhos. Segundo ele, os manifestantes irão se reunir na Praça do Rádio e depois seguir em uma passeata pela Avenida Afonso Pena, passando pelas ruas 14 de julho, Antônio Maria Coelho, 13 de Maio e Barão do Rio Branco, retornando no final para o local de concentração.

“Será um protesto pacífico e ordeiro, sem qualquer ato de vandalismo, apenas vamos pedir melhores condições de trabalho a população”, explicou o dirigente. Duarte ainda destacou outras solicitações como: 10% de recursos do orçamento a saúde, 10% do PIB (Produto Interno Bruto) para educação, fim da terceirização dos serviços públicos, reforma agrária e demarcação de terras indígenas em Mato Grosso do Sul.

O presidente já teve um sinal positivo dos servidores federais (paralisação) e espera que outros sindicatos confirmem a presença. A CUT/MS conta com 121 sindicatos, que representam aproximadamente 40 a 50 mil trabalhadores no Estado.