Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 20 de Junho de 2021

Sidrolandia

Presidente da Fiems autoriza construção de biblioteca do Sesi em Brasilândia

A cidade é 31ª a receber uma unidade no Estado, que passará a contar com 35 bibliotecas

Daniel Pedra/Assessoria

22 de Agosto de 2013 - 16:50

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, assinou, nesta quinta-feira (22/08), em Brasilândia, a ordem de serviço para o início da construção da 35ª Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi em Mato Grosso do Sul, que tem previsão de ser concluída em 90 dias. “Esse, sem dúvida, é um projeto de extrema importância para nós porque marca a entrada do Sistema Fiems em Brasilândia”, declarou ao assinar o documento na Câmara de Vereadores, onde também recebeu oficialmente a escritura do terreno doado pela Prefeitura.

Sérgio Longen também ressaltou a importância das bibliotecas para a realização dos cursos de qualificação profissional do Senai na modalidade EaD (Educação a Distância), bem como dos cursos de Educação Continuada do Sesi. “Também vamos colocar à disposição da Prefeitura de Brasilândia as unidades móveis do Senai para qualificar a mão de obra local. Nós defendemos a educação e a qualificação profissional, pois acreditamos que elas são a porta de entrada para bons empregos e melhores salários”, disse.

Ele ainda destacou que até o fim do ano a intenção é encaminhar a construção de mais 5 bibliotecas da Indústria do Conhecimento do Sesi para que se alcance 40 unidades em 36 municípios de Mato Grosso do Sul. “Acreditamos que, quando investimos em educação e qualificação do trabalhador, as indústrias vêm atrás. Esse é o caminho diante desse novo Mato Grosso do Sul, que se desenvolve a passos largos”, pontuou.

Repercussão

O prefeito de Brasilândia, Jorge Justino Diogo, garantiu ao presidente da Fiems que a biblioteca será muito bem utilizada. “Não só pelas crianças e jovens, mas como por toda a nossa comunidade. Essa obra é uma das mais importantes aqui de Brasilândia porque ela vai proporcionar muitas melhorias para nossa população e acredito que atrás dela muitas outras ações serão realizadas por aqui, principalmente, na área de qualificação profissional”, declarou.

Na avaliação do presidente da Comissão de Indústria e Comércio da Assembleia Legislativa, deputado estadual Paulo Corrêa, trata-se do primeiro passo de uma parceria duradoura entre a Prefeitura de Brasilândia e o Sistema Fiems. “Brasilândia é conhecida como Cidade Esperança e hoje recebe este empreendimento da Fiems. Com essa biblioteca, a comunidade terá condições de fazer os cursos de qualificação profissional do Senai na modalidade de EaD”, argumentou.

Já o presidente da Câmara de Vereadores de Brasilândia, Jorge Daniel Silva de Oliveira, apontou que essa parceria atende as necessidades da população. “É de extrema importância a presença do Sistema Fiems aqui com ações de educação, lazer e cursos profissionalizantes, porque há muitas indústrias sendo implantadas na nossa região”, disse.

A unidade

Com a construção da biblioteca, o município passa a ser o 31º do Estado a contar com uma unidade do Programa, que já beneficia Campo Grande (3), Três Lagoas (2), Dourados (2), Corumbá, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Aquidauana, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde, Naviraí, Nova Andradina, Costa Rica, Iguatemi, Bataguassu, Rio Brilhante, Maracaju, Inocência, Paranaíba, Chapadão do Sul, Amambai, Sete Quedas, Aral Moreira, Aparecida do Taboado, Água Clara, Terenos, Cassilândia, Porto Murtinho, Coxim e Caracol.

A Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi em Brasilândia será construída em terreno localizado na Avenida Manoel Vicente, no centro da cidade, e contará com uma sala de 30 metros quadrados para oferecer os cursos de EaD do Senai e os de Educação Continuada do Sesi, bem como um estacionamento para as unidades móveis das duas entidades. Além disso, a exemplo das outras unidades, ela terá acervo de mais de mil livros de diferentes níveis, dezenas de CDs e DVDs, dez computadores com acesso à Internet.